fiat fullbackNão há grande segredo.

Tal como o construtor tem feito em alguns nichos de mercado (o comercial Fiat Talento/Renault Trafic, Fiat 124 Spider/Mazda MX-5, Fiat Fiorino/PSA…), estabelecendo parcerias com outros construtores para ampliar a sua oferta de mercado, a nova pick-up Fullback é a interpretação italiana da Mitsubishi L200 e assinala a estreia do grupo transalpino numa classe superior à atual Strada.

As diferenças mais marcantes da Fullback para a L200 estão concentradas na grelha dianteira, no para-choques e nas jantes.

No interior, além do símbolo estampado no volante, o que as distingue é ainda menos evidente.

A Fullback está equipada com a versão Euro5+ do motor 2.4 turbo-diesel, com 150 cv ou 180 cv, transmissão manual de seis velocidades ou automática de cinco.

Apenas com tração traseira ou às quatro rodas, quando aplicável, o sistema integral da Fullback é selecionável a partir de um botão rotativo que comanda também o aumento de força da transmissão (redução) para as situações mais complicadas.

fiat fullbackCom 1,815 metros de largura, altura máxima de 1,78 metros e 3,0 metros de distância entre eixos, o comprimento varia entre 5,275 metros e 5,285 metros, respetivamente nas configurações cabine dupla (5 lugares e piso de carga de 1,52 metros) e cabine longa (3 lugares e piso de carga de 1,85 metros).

Combinando o aspeto e as características de um típico todo-o-terreno de trabalho ou lazer, um dos seus trunfos é a maneabilidade, conferida por um excelente diâmetro de viragem inferior a 6 metros.

Igualmente muito apreciada será a competência de carga, que pode ir até aos 850 kg consoante a configuração de motor e carroçaria, bem como a capacidade de reboque, que igualmente pode atingir os 2910 kg.

Outra vantagem, o piso de carga a apenas 47,5 cm do solo.

Para satisfazer as necessidades de personalização, não falta também uma extensa linha de acessórios da MOPAR.

Impressões de condução

fiat fullbackEm estrada ou em cidade, o mais marcante é o poder de manobra e a facilidade de condução, fortalecida pela posição elevada de condução e pelo facto de poder dispor de ajudas ao estacionamento, incluindo câmara de visão traseira.

Salutar é também o bom compromisso encontrado para a suspensão, nem demasiado branda para desequilibrar em curva um conjunto com os habituais desníveis de massa das pick-up, nem demasiado rija ao ponto de sacrificar o conforto, solução que lhe aumentaria a capacidade de carga e a dinâmica da condução.

Os amantes do todo-o-terreno “puro e duro” vão certamente apreciar dois outros fatores importantes: a notável capacidade de torção do conjunto em situações de cruzamento de eixos, e os bons ângulos de ataque e saída, com proteções de chassis incluídas.

Preços da FIAT FullBack

A Fiat Fullback vai estar disponível em Portugal a partir de 24 de Junho, com preço base dos 21.500 euros ao 25.550 euros, sem impostos.