Acaba de chegar a nova Isuzu D-Max, a pick-up da marca japonesa com um novo sistema motriz, que inclui novo motor, transmissão e diferencial.

Outro argumento de peso para este modelo é o facto de ser Classe 1 nas portagens (versão 4×2), devido à utilização de um chassis standard em vez de um high-ride.

Motor

Trata-se de um novo bloco de 1.9 litros diesel, com 164 cv de potência e um binário de 360 Nm. Com o novo diferencial e as novas caixas de velocidade (6 mudanças em automático ou manual), consegue-se elevar a capacidade de carga de 30 a 60 kg.

 

Redução de peso

Esta não é a única novidade conseguida com a redução de peso do conjunto motor/transmissão. O depósito de combustível também aumenta de 69 para 76 litros, e consegue-se colocar o pneu suplente em toda a gama, bem como novos equipamentos e tecnologia.

 

Caixas de velocidade

A versão manual de 6 velocidades traz relações mais curtas e a primeira e a terceira passam a ser triplamente sincronizadas, facilitando a engrenagem e melhorando a longevidade.

Na automática, tem um modo manual sequencial e uma nova função de aprendizagem de mudança de relação, que otimiza a relação conforme o tipo de condução.

 

Capacidade de Carga

Cabine Tracção Caixa Carga (kg)
Simples 4×2 M/T 1310
4×4 M/T 1165
Longa 4×4 M/T 1120
Dupla 4×2 M/T 1230
4×4 M/T 1085
A/T 1080

 

 

Consumos e emissões

Cabine Tracção Caixa CO2 (g/km) Consumo (l/100km)
Simples 4×2 M/T 163 6,2
4×4 M/T 183 7,0
Longa 4×4 M/T 183 7,0
Dupla 4×2 M/T 165 6,3
4×4 M/T 183 7,0
A/T 205 7,8

 

Preços

Para saber valores, por favor descarregue este Excel