Maio 2017: Rent-a-car com 31% do mercado de ligeiros de passageiros

maio 2017 rent a carAs compras ligeiros de passageiros novos em Maio, por parte das empresas de rent-a-car representadas na ARAC, ascendeu a 7.349 unidades, sensivelmente 31% do total de viaturas matriculadas.

De facto, o mercado português de veículos ligeiros de passageiros e comerciais ligeiros encerrou o mês de maio com um volume de vendas de 26.770 unidades, mais 13,7% face mês homólogo do ano anterior, segundo as tabelas elaboradas pela ACAP – Associação Automóvel de Portugal.

No que respeita a veículos novos o conjunto das empresas associadas da ARAC que se dedicam à atividade de aluguer de curta duração (veículos ligeiros de passageiros, comerciais ligeiros, pesados de mercadorias, todo-o-terreno e motociclos) adquiriram no mês de maio um total de 7.788 veículos, face aos 6.252 adquiridos em período homólogo do ano anterior.

A ARAC representa cerca de 96% das empresas de aluguer de curta duração a operar de forma legal em Portugal.

O crescimento das frotas das empresas de rent-a-car deve-se sobretudo ao atual sucesso do Turismo em Portugal. Esta atividade é, atualmente, o maior mercado das empresas de rent-a-car, representando cerca de 60% do seu volume de negócios.

Na composição das aquisições referidas, prevalecem os segmentos A, B, C e D, que representaram a maioria das aquisições efetuadas pelas empresas de rent-a-car.

Contudo, continua a assistir-se a um crescimento do segmento A, devido ao aumento da procura deste tipo de veículos pela clientela turística.

Sendo uma realidade que sem Mobilidade não existe turismo, o rent-a-car assume-se de forma clara como um pilar do desenvolvimento turístico nacional e internacional, devendo durante o ano de 2017 iniciar uma campanha de divulgação e promoção junto dos seus clientes, a qual incentive os turistas a conhecerem o interior do país, com vista ao desenvolvimento turístico de determinadas regiões que só com o crescimento e desenvolvimento do transporte terrestre poderão desenvolver-se.

O rent-a-car é também, devido á forte aquisição de veículos novos um setor decisivo para a modernização do parque automóvel nacional através da colocação após a utilização dos veículos no comércio, de um número significativo de veículos de ocasião (os chamados veículos seminovos), substituindo-se assim veículos antigos por veículos recentes e com motores mais eficientes e amigos do ambiente a preços mais convidativos para o publico em geral.

(Visited 191 times, 1 visits today)