Sociedade Comercial C. Santos, concessão Mercedes-Benz e smart

A C.Santos distingue-se por ter uma oferta integrada de soluções e serviços

Atualmente, a C. Santos é quem vende mais viaturas Mercedes-Benz em Portugal e, em 2016, representou cerca de 13,7% das vendas nacionais da marca alemã, cerca de metade das quais foram para empresas.

No primeiro trimestre de 2017, o crescimento das vendas MB foi de 3% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Mais modestos devido à ausência de uma motorização diesel, espera-se que os números da marca smart conheçam novo impulso com a chegada dos smart elétricos, incluindo junto das empresas.

A resposta ao período mais complicado que o mercado automóvel viveu há poucos anos fez-se com a criação de novas áreas de negócio destinadas a completar o ciclo de oferta de produtos: um rent-a-car, serviço premium exclusivo com cerca de 800 viaturas Mercedes-Benz e smart, na área dos seguros e ainda uma aposta renovada no marketing, nomeadamente numa estratégia de organização de eventos.

Outro negócio chave é o comércio de viaturas usadas, com capacidade de vendas a nível nacional através de uma plataforma de vendas online.

Fundada em 1946 e com sede na Maia (Porto), a C. Santos tem instalações no Porto (Av.ª da Boavista), Maia (Aeroporto) e Felgueiras.

Tem também o maior armazém ibérico de peças MB, com 23 mil referências distintas em stock.

Além da capacidade de resposta própria, este centro abastece todas as oficinas da marca no país, incluindo as da concorrência, área que, juntamente com a de assistência, tem um impacto de 27% no volume de negócios da empresa.

Um volume de vendas e um conjunto de serviços com grande utilidade para as empresas que Alberto Xavier, gestor de Frotas da Sociedade Comercial C. Santos fez questão de explicar antes de detalhar as soluções de financiamento, de pós-venda e a atitude comercial​ da empresa dirigidas ao canal corporate:

“Desenvolvemos versões, designadas “Fleet Pack”, destinadas em exclusivo aos clientes frotistas que visam objetivamente os limites de orçamentos ‘impostos’ pelos diferentes escalões de tributação autónoma. Temos soluções de financiamento direcionadas também para estes clientes: Select & Drive (Renting ou ALD), em que o critério do cliente passa pela preocupação orçamental e fiscal, focada na renda (aluguer) e não no custo total da viatura, o Leasing tradicional e também crédito automóvel, que pode ter interesse nos casos em que as viaturas têm IVA dedutível, como nos casos das viaturas elétricas ou híbridos Plug-In”.

E de que forma conseguem agregar a vantagem de disporem de uma empresa de rent-a-car?

A solução de Rent-a-Car começa a ser procurada pelas empresas nos casos em que pretendem a utilização sazonal de uma ou mais viaturas.

Quando por períodos mais curtos ou imprevisíveis, a solução pode ser especialmente interessante, na medida em que até a questão da tributação autónoma deixa de se colocar.

Para contratos de períodos convencionais, a partir dos 12 meses, deixa de ser procurada.

Existe alguma solução específica para a problemática dos recondicionamentos?

Através da Mercedes-Benz Financiamento temos, no produto Select & Drive, a solução da pré-inspeção na entrega da viatura e o seguro de recondicionamento. Permitem antecipar os custos de recondicionamento e contornar uma “dificuldade” que, na maioria das situações, é perfeitamente ultrapassada.

Quais os canais mais utilizados para promoverem a vossa oferta junto dos clientes profissionais?

Temos promovido eventos de condução e ensaio dos nossos veículos.

Não tanto especificamente para clientes empresariais, porque, os clientes particulares “misturam-se” com os utilizadores profissionais que, de alguma forma, têm critérios de seleção semelhantes aos primeiros relativamente à configuração da viatura.

Proporcionamos ainda iniciativas no âmbito da condução segura, que na Mercedes-Benz designamos “Inteligent Drive”.

São ações de condução em circuito fechado, que permitem ensaiar a generalidade dos nossos sistemas de ajuda à condução.

E a recetividade dos clientes é magnífica, a mais recente das quais decorreu (9 e 10 de junho) no autódromo Vasco Sameiro em Braga!

Que modelos são mais procurados pelas empresas? Como analisa o comportamento geral das vendas Mercedes-Benz este ano?

Classe A, CLA e Classe C, com mais peso nos modelos derivados da plataforma do Classe A.

Quando ao mercado, após um período muito longo de recessão, cresceu finalmente em 2016 e essa tendência está a manter-se em 2017.

O crescimento é global, portanto é natural que, apesar de a Mercedes-Benz continuar a crescer, o seu peso no mercado tenda a equilibrar ou mesmo a baixar face às marcas generalistas.

Relativamente à BMW, principal concorrente, a disputa pelo segmento premium adivinha-se até ao final do ano!

Todas as marcas estão a apresentar novos modelos e soluções tecnológicas que estiveram “nas gavetas” algum tempo e é natural que continuem a estimular o mercado nos próximos tempos.

Incluindo Mercedes-Benz e smart? O que podemos esperar de novo este ano?

A chegada dos smart eléctricos a partir de julho, a continuidade da aposta nas versões Plug-In dos Classe C, Classe E, GLC, GLC Coupe, Classe S e o B eléctrico ao nível do produto.

E, ao nível do financiamento, vamos consolidar os nossos produtos Select & Drive.

Que opinião tem sobre a fiscalidade automóvel e Portugal e em que sentido ela poderia evoluir para estimular o setor automóvel e beneficiar a importância económica ​das empresas?

Acho que todos temos uma opinião bastante clara sobre este tema, que raramente coincide com as políticas que têm sido seguidas pelos sucessivos governos.

Para nós é óbvio que se a carga fiscal diminuísse, o mercado reagiria de forma claramente positiva e esse crescimento não só beneficiaria o setor como a economia em geral.

Consequentemente levaria a que impostos indiretos representassem ainda mais receitas.

O estado continua focado em olhar para a aquisição e utilização de viaturas no âmbito profissional como se de um “luxo” se tratasse…

No entanto, a fiscalidade verde é um bom sinal e uma ótima oportunidade para as empresas atualizarem a sua frota automóvel!

 

CAIXA DE CONTACTOS

Sociedade Comercial C. Santos

Alberto Xavier – Gestor de Frotas

918 010 883

alberto.xavier@soccsantos.pt

www.soccsantos.pt

(Visited 500 times, 1 visits today)