Junho 2017: venda de carros novos mantém crescimento. Eis os valores

Em Junho de 2017, o comércio de carros ligeiros novos em Portugal manteve a trajetória de crescimento que vem manifestando desde o inicio do ano, subindo 7,6% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Foram vendidas 28.634 unidades, sendo 24.847 ligeiros de passageiros (mais 6,3%) e 3.787 comerciais ligeiros (mais 16,4%), indicam as tabelas elaboradas pela ACAP.

São cerca de menos 2.000 unidades em relação a maio de 2017.

A relevância dos modelos comerciais para o crescimento do mercado voltou a repetir-se em junho, com este segmento a subir 12,6% desde o início de 2017.

Os valores acumulados nos primeiros seis meses do ano mostram que já foram matriculadas 145.897 viaturas ligeiras, correspondendo a um crescimento de 7,9% face a idêntico período de 2016.

Alguns factores ajudam a explicar o crescimento do mercado, que deverá manter-se positivo até meados deste ano.

Por marcas, estes são os factos que merecem destaque:

  • Não há grandes novidades no pódio: Renault, Peugeot e Volkswagen, por esta ordem, ocupam as 3 primeiras posições, com a Volkswagen a ser a única destas marcas a vender menos no mês e no total anual em comparação com os valores de 2016;
  • Acentua-se a quebra de quota de mercado da marca alemã, assim como das 3 principais marcas representadas pela SIVA (Audi e Skoda);
  • A FIAT segura a 5.º lugar e, no total anual das contas de viaturas ligeiras, ficou muito perto de trocar de posição com a Mercedes-Benz que ocupa a 4.,ª posição;
  • Isto acontece porque, tanto no total de ligeiros, como no sub-segmento dos ligeiros de passageiros, a FIAT foi a 3.ª marca do mês (4.ª nos comerciais ligeiros);
  • A liderança da Renault continua muito bem defendida, com uma subida de 12,9% em junho e de 33,3% desde o início de 2017;
  • A Renault é mesmo, entre as 15 primeiras da tabela (com mais de 3000 unidades vendidas entre janeiro e junho de 2017), quem mais cresce no total de ligeiros;
  • Já entre as 20 marcas mais vendidas, a maior subida percentual do mês coube à Hyundai: mais 53,9%. A marca já cresceu 50,9% desde o início de 2017 e aumentou a quota de mercado para 1,42%;
  • Nas vendas de junho, além da Hyundai e da FIAT (37,2%), destaque para a recuperação de quatro marcas: Mazda (66,3%), smart (21%), Citroën (20,3%) e Ford (16,3%)

Pode descarregar AQUI as tabelas de matrículas de junho de 2017 disponibilizadas pela ACAP.