Como está a correr o carpooling na Câmara Municipal de Oeiras?

Na entrevista que concedeu à edição de junho da Fleet Magazine, Pedro Filipe Nunes, Chefe da Divisão de Viaturas e Máquinas e gestor da frota do município revelou os indicadores da utilização do carpooling na Câmara Municipal de Oeiras.

Em 2012, a edilidade camarária foi pioneira ao nível das entidades públicas na implementação desta solução de gestão partilhada de viaturas.

Para explicar melhor o sucesso da iniciativa e vincar as vantagens que esta solução trouxe, Pedro Nunes revela os dados estatísticos que mostram uma evolução positiva em todas as frentes: número de viaturas, número de pedidos, índice de eficácia e, mais importante, índice de satisfação dos trabalhadores do município.

Ano Nº de Viaturas Numero médio de pedidos realizados por mês Numero médio de pedidos satisfeitos por mês Taxa de Satisfação
2012 26 692 506 73%
2014 31 1014 804 79%
2015 34 1135 926 82%
2016 34 1182 976 83%

 

“Depois de alguma resistência inicial conseguiu-se ir acrescentando à pool viaturas que estavam atribuídas unicamente a um serviço e com um número de quilómetros reduzido, aumentando assim a taxa de ocupação dessas viaturas e a rentabilização das mesmas, além de reduzir o número de ligeiros da frota”.

O quadro revela como o número de pedidos quase duplicou em apenas quatro anos, bem como a capacidade para os satisfazer.

“Uma vez que o carpooling está estabilizado”, explica o gestor da frota do Município de Oeiras, “a evolução passa agora por tornar a mobilidade camarária mais amiga do ambiente, rentabilizando as deslocações e fazendo uma melhor gestão dos circuitos recorrentes”.

“Em suma”, conclui Pedro Nunes, “o objetivo agora é maximizar o maior número de necessidades numa deslocação apenas, sem colocar em causa a eficiência dos serviços.”