Kia Optima Sportswagon Plug-in Hybrid desde 33.200 euros

A versão híbrida plug-in do Kia Optima tem um preço para empresas de 31.600 euros para a versão Sedan e de 33.200 para a carrinha, acrescidos de IVA.

Este valor é ainda mais atraente do que o valor praticado para particulares do Optima SW : 43.750 euros, IVA incluído, preço de campanha que inclui desconto de 5.000 euros. Em 2017, todos os clientes beneficiam desde logo de uma redução de até 562,50 euros no ISV e de um valor mais baixo de IUC, uma vez que este depende das emissões.

No caso da Optima SW PHEV elas são as melhores da classe, diz a Kia: 33 g/km, consumo de 1,4 l/100 km em ciclo NEDC.

Contudo, o foco são as empresas conforme revela Jorge Gonçalves, gestor de produto da Kia.

São os clientes profissionais que estão a comprar mais modelos híbridos plug-in, atraídos pelos benefícios fiscais em vigor em 2017, que incluem amortizações em veículos do género com um mínimo de autonomia para 25 quilómetros e preço de aquisição até 50 mil euros, redução do IVA e vantagens em termos de Tributação Autónoma (pagam só 10%), por exemplo.

“A grande vantagem dos PHEV são os custos de utilização reduzidos que derivam sobretudo dos benefícios fiscais”, disse o responsável da Kia, enumerando outras razões gerais transversais a particulares e a empresas: consumos e emissões mais baixos, uma questão de moda e as restrições urbanas que obrigam à circulação em modo exclusivamente elétrico.

São conservadas todas as garantias de fábrica comum aos restantes modelos da marca coreana (7 anos /150 quilómetros) e o construtor estima que as baterias possam conservar pelo menos 70% da sua capacidade após 15 anos de utilização.

Kia Optima Sportswagon Plug-in Hybrid

O Kia Optima Sportswagon Plug-in Hybrid tem autonomia para 62 km em modo elétrico a velocidades até 120 km/h.

Pode ser forçado a trabalhar exclusivamente em modo elétrico, condição essencial para circular em algumas cidades.

A bateria está localizada sob o piso da bagageira, reduzindo a capacidade da mala para 440 litros (menos 133 litros na berlina Optima Plug-in Hybrid), mantendo a versatilidade de rebatimento dos bancos a 40:20:40

O tempo de carga é naturalmente variável consoante a capacidade da fonte e um carregamento total demora 6 a 7 horas quando ligada a uma vulgar tomada doméstica.

A combinação do motor elétrico com o motor a gasolina GDI de 2,0 litros com injeção direta garante emissões CO2 de 33 g/km de CO2 (combinado, NEDC),

O motor elétrico de 50 kWA é alimentado por uma bateria de polímero de iões de lítio de 11,26 kWh.

Conjuntamente com o motor GDI de 2,0 litros e 4 cilindros, que debita 156 cv de potência e 189 Nm de binário, a potência total do conjunto é de 205 cv às 6000 rpm, para um binário total de 375 Nm logo às 2330 rpm.

Uma caixa automática de 6 velocidades assegura o controlo dos 2 motores, com a eficiência adicional de o motor elétrico de 50 kW ser montado na transmissão, substituindo assim o conversor de binário tradicional.

O depósito de combustível é de apenas 55 litros, em vez do de 70 litros que equipa as versões diesel do Optima Sportswagon.

Foram introduzidos melhoramentos aerodinâmicos, como a grelha ativa que reduz o coeficiente de resistência aerodinâmica para 0,28 Cd (0,30 no Optima Sportswagon).

Os para-choques dianteiro e traseiro têm novo design e das jantes de liga leve de alumínio de 17 polegadas permitem um fluxo de ar mais eficiente sobre a carroçaria.

Além de apontamentos cromados especiais com acabamento em azul metálico, as versões distinguem-se naturalmente pela tomada de carregamento integrada no aileron dianteiro, no lado do condutor.

No interior, o painel de instrumentos exibe informações sobre a motorização plug-in híbrida, tais como o estado de carga da bateria, para além de dar sugestões para um estilo de condução mais eficiente.

O sistema de ar condicionado do Optima Plug-in Hybrid é o mesmo do Kia Soul EV e tem a função de poder ventilar apenas o condutor, desligando o aquecimento e ventilação das restantes áreas do veículo para baixar o consumo de energia durante o aquecimento e ventilação.

Com muito equipamento de segurança e múltiplas ajudas à condução, há ainda um novo sistema de infotainment com ecrã tátil de 8,0 polegadas, compatível com Android Auto™ e Apple CarPlay™.

Neste ecrã pode ser também visionada a autonomia restante em modo elétrico e a localização dos postos de carregamento mais próximos.

Especificações técnicas do Optima Plug-in Hybrid

Este é o resumo das principais características do carro. A ficha de produto e a lista de equipamento pode ser descarregada AQUI.

  • Cilindrada 2,0 litros, 1999 cc, 16V
  • Potência máxima 156 cv às 6000 rpm
  • Binário máximo 189 Nm às 5000 rpm
  • Injeção direta de gasolina
  • Norma de emissões Euro 6b

Bateria e motor elétrico

  • Tipo de bateria Polímero de iões de lítio
  • Tensão 360 V
  • Energia 11,26 kWh
  • Potência máx. 68 cv (50 kW) das 2330 às 3300 rpm
  • Binário máx. 205 Nm das 0 às 2330 rpm

Sistema híbrido combinado

  • Potência máxima 205 cv às 6000 rpm
  • Binário máximo 375 Nm às 2330 rpm
  • Consumo de combustível combinado: desde 1,4 l
  • CO2 combinado: desde 33 g/km

Transmissão automática de 6 velocidades

Jantes de série em liga leve de 17 polegadas, pneus 215/55 R17

Kit de emergência antifuro