Venda de carros novos na Europa cai em Setembro de 2017

De janeiro a setembro de 2017, a venda de carros novos de passageiros na Europa encolheu 2% em relação ao mesmo período do ano passado.

Isto deve-se ao facto de se terem registado vendas fortíssimas em setembro do ano passado e ainda porque dois dos cinco maiores mercados terem apresentado quedas: Reino Unido -9,3% e Alemanha -3,3%.

Os restantes grandes mercados tiveram comportamento positivo em setembro de 2017: Itália + 8,1%, Espanha + 4,6% e França + 1,1%.

No total, setembro foi responsável por 1.427.105 registos, cerca de 28 mil carros a menos do que no mesmo mês de 2016..

Com quase 12 milhões de novos veículos registados em toda a UE nos primeiros 9 meses do ano (11.660.121), dos cinco maiores mercados europeus, neste período, o Reino Unido acentuou a tendência de queda (-3,9%), enquanto Itália (+ 9%), Espanha (+ 6,7%), França (+ 3,9%) e Alemanha (+ 2,2%) mantêm valores positivos, mas percentualmente mais baixos do que no mês anterior.

De janeiro a setembro este segmento cresceu 7,9% em Portugal.

Na Europa, o grupo Volkswagen continua a liderar as vendas automóveis na Europa, mas prossegue a tendência para perder quota de mercado, ao não acompanhar o seu índice de crescimento.

Volkswagen e Audi são as únicas com resultados mais baixos do que em 2016, com a Seat continua a ser a que mais cresce em termos percentuais.

No ranking dos construtores seguem-se o grupo PSA, que cresceu bastante com a integração da Opel/Vauxhall.

Contudo, as marcas Peugeot e, sobretudo, DS, reduziram as vendas em setembro.

A Renault também cresce e no grupo passa a constar também os valores da russa Lada.

Seguem-se os grupos Fiat e a Ford, esta última a ser a única das cinco a baixar as vendas em setembro e a ficar a menos de 32 mil unidades de ser ultrapassada pelo grupo BMW.

Destaque para a excelente performance da Kia em setembro, o que deixou a marca coreana mais perto de poder ultrapassar a Hyundai na tabela de vendas europeia.

A afundar-se na tabela continua a japonesa Honda, ao contrário da Suzuki que também já ultrapassou a Mazda.

Descarregue aqui as tabelas de venda de carros novos na Europa em setembro 2017.