Carrinha ou SUV? Qual tem os melhores custos de utilização?

Este estudo TCO incidiu sobre as versões carrinha do segmento médio e neste outro estudo estabelecemos uma comparação com os valores apresentados pelas respetivas versões de 5 portas.

Porque o crescimento do segmento dos modelos crossover está a fazer-se um pouco à custa da redução das carroçarias mais familiares (ainda que mais pronunciadamente das configurações monovolume), fomos recuperar essa análise para perceber o desvio que se verifica numa comparação direta entre carrinhas e alguns dos analisados neste TCO.

LER: TCO SUV: quanto custam afinal?

A primeira constatação – óbvia – é que o preço de custo dos Crossover é mais elevado do que as Station Wagon.

Mais controverso face a aceitação que os primeiros estão a conhecer, é apresentarem um valor residual mais reduzido, embora o seu apuramento não seja baseado apenas na procura do mercado de usados.

Os restantes custos são também em geral mais elevados.

De manutenção mas, sobretudo, de pneus e de combustível, por razões facilmente percebidas. Sendo que estas despesas podem ser muito facilmente inflacionadas devido às capacidades mais aventureiras de um crossover.

Caso a caso, torna-se interessante comparar os montantes individuais de cada rubrica.

Estes TCO foram elaborados pela Tips 4Y para um período de 4 anos e 120 mil quilómetros

(Visited 140 times, 1 visits today)