A terceira geração do comercial Sprinter chega em junho de 2018, 11 anos depois da anterior, reforçando o carácter modular tão apreciado por se adaptar com facilidade a várias necessidades de negócio.

Para Portugal, tem para já preços indicativos a partir de 23.840 euros + IVA (Furgão 211CDI32 de 7,5m3) até 47.110 euros (modelo Tourer de 9 lugares).

A alteração mais importante da Sprinter talvez seja o facto de poder dispor também de tração dianteira, o que permite reduzir a altura da plataforma traseira em 8 cm face às anteriores versões equiparáveis.

A ausência de eixo central beneficia a criação de soluções destinada à logística de transporte de encomendas, graças à melhor ergonomia de distribuição (acessos mais baixos para cargas e descargas), aumentando ainda a capacidade de carga e reduzindo o peso do conjunto.

Permite também a criação de uma solução “trator”, destinada essencialmente ao segmento das autocaravanas, setor que a Mercedes-Benz acredita poder crescer bastante nos próximos anos.

A tração traseira mantém-se na maioria das versões, sendo apreciada pelas maiores condições de carga, tração e reboque.

A oferta de motor articula-se em redor de 2 motores:

  • Turbodiesel de 2,1 litros, com 4 cilindros e potências de 114 cv, 143 cv e 163 cv. Uma versão mais potente deste mesmo motor, com 177 cv, para as variantes de tração dianteira e indicada para os carroçadores de autocaravanas.
  • Turbodiesel de 3,0 litros, com 6 cilindros, com 190 cv e 440 Nm de binário.

Pode contar-se ainda com uma nova caixa manual de seis velocidades, transmissão automática 7G-Tronic e tração integral.

Que mais há de novo na MB Sprinter?

Apesar de exteriormente não podermos falar de um visual radicalmente diferente, onde a secção dianteira é a parte que melhor distingue gerações, interiormente a evolução é mais evidente.

A par de algumas versões mais simples, nas quais a robustez, simplicidade e funcionalidade são os atributos bastante apreciados, o comercial global do grupo Daimler recebe ainda mais tecnologia.

Sobretudo nos modelos de passageiros, destinados ao Turismo e aos particulares.

O tablier tem uma notória influência dos modelos de passageiros e, mais uma vez, as versões de topo são as que se aproximam mais dos carros de Turismo.

Nestas domina a tecnologia. A mais evidente provém do sistema multimédia Mercedes-Benz User Experience (MBUX), disponibilizado com ecrã táctil de 7 ou 10 polegadas mas, mesmo as versões mais orientadas para trabalho, podem incluir pack de estacionamento com assistente de estacionamento e câmara de marcha-atrás.

Algo bastante útil para controlo dos custos com sinistros em viaturas a operar em áreas urbanas.

Que versões Sprinter vão estar disponíveis em Portugal? Preços indicativos

O MB Sprinter tem uma estrutura bastante modular.

Isto permite-lhe mais de 1700 variantes diferentes de carroçaria e interior, diz o fabricante alemão.

Os seis tipos diferentes de carroçaria, cinco das quais vão estar disponíveis no mercado português – Furgão, Chassis cabine simples, chassis cabine dupla, Combi 9 lugares e MiniBus – podem ter 3,25 a 4,325 metros de distância entre eixos, capacidades de carga até 17 metros cúbicos e peso bruto admissível máximo até 5,5 toneladas (8,75 toneladas para uma versão trator), além de lotação até 20 ocupantes (incluindo condutor).

As versões destinadas ao transporte de passageiros podem ainda receber suspensão pneumática.

Esta é a lista de preços indicativos das versões MB Sprinter (não inclui IVA) disponibilizadas em Portugal a partir de junho de 2018:

  • Sprinter Furgão
    De 25.181,45 euros (211 CDI/32, 114cv, 3,0 ton) a 40.390 euros (519CDI/43L, 190cv, peso bruto de 5,0 ton)
  • Chassis Cabina Simples
    De 21.209,08 euros + IVA (311CDI/32, 114 cv, 3,5 toneladas) a 33.872,37 euros (519CDI/43, 190 cv, 5 ton.)
  • Chassis Cabina Dupla
    De 23.969,08 euros (114 cv, 3,5 toneladas) a 36.362,37 euros (190 cv, 5 toneladas)
  • Combi 9 Lugares
    De 36.411,25 euros (114 cv, 3,19 ton) a 51.072,13 euros (190 cv, 3,5 ton)
  • Minibus (Furgão preparado para transformação)
    De 41.002,25 euros (516 CDI/43) a 44.412,37 euros (519 CDI/43)

No final do texto está uma lista resumida de características, equipamento e opcionais.

Depois da Canter, Vito e Cítaro, a Sprinter conecta-se e eletrifica-se

O MB Sprinter (eSprinter) sem emissões destina-se essencialmente a operar nas áreas urbanas onde só podem aceder viaturas sem emissões.

O construtor não avançou grandes pormenores técnicos sobre esta versão, mas ela terá tração dianteira e autonomia próxima dos 100 km.

Sabe-se que a eVito tem um pack de baterias de 41.4 kWh, para uma autonomia aproximada de 150 km.

As características da Cítaro não deverão distanciar-se da Kangoo ZE.

Outra característica importante do novo Sprinter é o sistema de conectividade para profissionais da Mercedes (Mercedes PRO connect), que permite gerir mais facilmente a frota, não apenas na sua parte operacional como logística.

Possibilita ainda melhorar a comunicação entre os veículos da frota, independentemente da sua dimensão, visando otimizar rotas de distribuição (e impedir duplicações de serviços) e reduzir os tempos de paragem.

Ao ligar o gestor de frota a todos os veículos e motoristas dos veículos da frota, o Mercedes PRO connect permite gerir online as tarefas e a informação do veículo.

Por exemplo:

  • localização
  • nível do depósito de combustível
  • receber a informação sobre os intervalos de manutenção virtualmente em tempo real.

Isto vai seguramente aumentar a eficácia dos sistemas de assistência e a gestão das manutenções do serviço.

O grupo Daimler criou um total de oito pacotes diferentes para atender as necessidades de diferentes tipos de negócio.

Estes oito packs disponíveis de fábrica com serviços centrais de frota, dos veículos, de motoristas e serviços baseados na localização, serão implementados durante o lançamento de mercado do Mercedes PRO connect.

Incluem:

  • Gestão de Veículos
  • Operações dos Veículos
  • Comunicação da Frota
  • Gestão da Manutenção
  • Livro de Registo de Motoristas digital.

Resumo de equipamento de série e opcionais por versões da Sprinter

  • Airbag Condutor (série)
  • Assistente de faixa de rodagem (Chassis, Doka, Furgão, 5xx) JW5
  • Assistente de travagem (Chassis, Doka, Furgão, 5xx) BA3
  • Assistente de vento lateral (Chassis, Doka e Furgão) JA8
  • Direção Assistida (série) – Elétrica
  • Entry Radio (série) E1O
  • Filtro de combustível com separador de água (série) KL5
  • HERMES Box (série) JH3
  • Luzes Automáticas (série)
  • Parede Divisória sem vidro (Furgão) D50
  • Prateleira de arrumação no tejadilho (série) FF5
  • Portas Traseiras com abertura de 270º (Furgão e Combi) W54
  • Sistema de assistência no arranque (série) E07
  • Teto alto (Furgão e Combi) D03

Alguns equipamentos opcionais:

  • Volante multi-funções
  • Ar condicionado TEMPMATIC
  • Caixa de velocidades automática 7G-TRONIC (RWD)
  • Caixa de velocidades automática 9G-TRONIC (FWD)
  • Cruise control
  • Faróis de LED de alta performance
  • Jantes liga leve 6.5Jx16
  • Pack Parking com câmara 360º
  • Painel de instrumentos com display policromático
  • Versão 4×4 acoplável com redutoras