Maio 2018: venda carros de passageiros novos na Europa

232

Em maio de 2018, a venda de carros ligeiros de passageiros na Europa manteve-se estável em relação ao mesmo mês de 2017, depois da subida abrupta de 9,6% registada em abril.

Contudo, a análise fria dos números demonstra a força do mês de maio nas vendas europeias (por razões da entrada das novas normas Euro), uma vez que, neste mês, foram comercializados 1.398.913 unidades, mais de 200 mil do que em abril de 2018 (1.191.034 unidades).

No total dos primeiros 5 meses de 2017, o mercado europeu já contabiliza mais 2,4% de registos do que há um ano atrás, com 6.879.885 novas matrículas de carros de passageiros.

Entre os principais mercados, até ao final de maio, Espanha cresce 10,6%, tal como França (3,5%) e Alemanha (2,6%).

O Reino Unido mantém a tendência de redução (-6,8%), tal como Itália que está ligeiramente negativa: menos 0,3%, graças à contracção de 2,8% em maio.

Em maio de 2018, a venda de automóveis ligeiros de passageiros em Portugal conheceu um recuo igual ao de Itália (-0,3%), fixando as vendas em 23.576 unidades (mais do que em abril de 2018), conservando, ainda assim, um crescimento de 5,8% no segmento dos ligeiros de passageiros.

Nos primeiros cinco meses do ano, o nosso país já matriculou mais de 100 mil veículos ligeiros de passageiros (108.286).

Análise às vendas europeias por construtores

Os 3 primeiros grupos construtores automóveis viram crescer o número de registos em maio, mais acentuadamente o grupo PSA, ao beneficiar da integração dos valores da Opel.

O grupo Volkswagen conserva a liderança das vendas na Europa e aumenta o número de registos em 6,8% desde o início do ano, graças às contribuições de todas as marcas, excepto da Audi.

As mais de 80 mil unidades da Opel em maio garantem a segunda posição do grupo PSA, apesar da Renault ser, individualmente a segunda marca europeia (atrás da VW), enquanto Peugeot e Opel ocupam a quarta e quinta posição.

A Ford ocupa então a terceira posição.

Merece também destaque o forte crescimento da Jeep na Europa, com a marca que faz agora parte do universo FCA a ter registado já quase 72 mil unidades desde janeiro.

Os números dos grupos BMW e Daimler permanecem negativos face ao ano anterior, sendo que das quatro principais marcas dos dois construtores, apenas a MINI apresenta valores positivos face a 2017.

Na tabela, a Hyundai já superou a Nissan, que fica agora entre as duas marcas coreanas, com a Kia a ganhar quota de mercado, ao contrário da marca japonesa.

Estas são as tabelas de matriculas de ligeiros de passageiros na Europa referentes a maio de 2018.