Novo Peugeot 508 chega em novembro mas já tem preços. E até uma versão dedicada a empresas

144

A segunda geração do Peugeot 508 está mais desportiva e mais bem equipada, registando também uma subida qualitativa em termos de qualidade de construção.

O aspecto dinâmico é reforçado pela reduzida altura do conjunto – apenas 1,40 metros – e pela silhueta “fastback” que apresenta 5 portas em vez de 4 como na geração anterior.

Não difere apenas por esta razão, mas também por apresentar uma estrutura mais compacta que assenta sobre a multifacetada plataforma EMP2, a mesma que foi estreada no Citroen C4 Picasso e utilizada pela gama 308, por exemplo.

Assim, apresenta um comprimento de apenas 4,75 metros, ao invés de 4,83 metros. Mas, apesar do seu comprimento ter reduzido 8 cm face à anterior geração, a distância entre eixos (2,79 m) encurtou apenas 2,4 cm.

O que, com mais 2 cm na largura, veio contribuir não só no domínio da habitabilidade como da dinâmica de condução, nomeadamente pelo raio de viragem reduzido a 10,80 m entre passeios.

Como em toda a gama Peugeot, a posição de condução obedece ao conceito i-cockpit, com um volante de dimensões reduzidas e um esguio painel de bordo digital, com leitura acima do arco do volante.

Parte das funções são controladas a partir de uma tela digital instalada ao centro, cujas principais funções podem ser acedidas a partir de um conjunto de “teclas de piano”.

Além do trabalho feito ao nível da insonorização, nomeadamente com uma superfície vidrada mais espessa (no caso das portas para melhor sustentação, uma vez que estas carecem de arco), o Peugeot 508 é um carro absolutamente estável e bastante ágil com qualquer das motorizações disponíveis:

  • 1.6 Puretech 180 EAT8;
  • 1.6 PureTech 225 cv EAT8 (unicamente na versão GT e associada a suspensão pilotada);
  • 1.5 BlueHDi 130 cv CVM6, a única versão com caixa manual de seis velocidades;
  • 1.5 BlueHDi 130 cv EAT8;
  • 2.0 BlueHDi 160cv EAT8;
  • 2.0 BlueHDi 180 cv EAT8.

A transmissão automática de oito velocidades está assim disponível para todos os motores, sendo que o diesel menos potente de 130 cv é o único a poder conter caixa manual de seis velocidades.

Esta é a versão pensada para empresas em Portugal, para a qual foi desenhado um pacote de equipamento BUSINESS LINE com jantes de 16’’ de série.

Com este equipamento, o novo Peugeot 508 1.5 BlueHDi com 130 cv e caixa manual de seis velocidades tem um preço de tabela de 36.100 euros (versão inferior – Active – 35.100 euros)

Esta é a tabela completa de Preços do novo Peugeot 508 (2018), que inclui todas as versões inicialmente disponíveis.

E esta é a lista completa de Equipamento da versão Business Line do no novo Peugeot 508, incluindo opcionais da versão.

Em meados de 2019, está previsto que a gama 508 receba uma mecânica híbrida Plug-in com 225 cv, baseada no motor a gasolina de 180 cv ao qual foi acrescentado uma unidade eléctrica com 105 cv.

Será também o ano da chegada da desejada versão Peugeot 508 SW.