ford transit-connect_fleetmagazine_ptFacilmente nos esquecemos que aquilo que temos atrás dos três bancos dianteiros é uma volumosa caixa de carga separada por uma antepara metálica fechada. É que a posição de condução, insonorização, conforto a bordo e capacidade de manobra pouco têm a ver com a ideia típica de uma veiculo comercial.
Além de mais, o painel de bordo é tão completo e rico em detalhes e equipamento que nem parece de uma viatura de trabalho.
Com a Transit Connect descobre-se como o segmento evoluiu. O que não é assim tão estranho. Esta mesma base é partilhada com uma versão de passageiros, capaz de rivalizar em espaço e funcionalidade com um monovolume da mesma dimensão.
Com uma capacidade útil máxima de até 1.000 kg, a volumetria da caixa da versão longa é de 3,6 m3 com antepara integral e de 4,4 m3, se incluir a área ao lado do condutor.
Em Portugal, todas dispõem do motor 1.6 TDCi. Ensaiámos o mais potente, que voltou a surpreender com a elasticidade e franca generosidade demonstradas, sem colocar em causa os consumos. No final a média rondou uns notáveis sete litros.

Ficha Técnica

Preço: 23.746 euros*
Rendas:
560 euros/mês (36 m)*
507 euros/mês (48 m)*
Consumo: 4,9 l/100km
Emissões: 130 gCO2/km*
Cilindrada: 4/1.560 cc
Potência: 115/3600 cv/rpm
Binário: 270/1.750-2500 Nm/rpm

* Dados Leaseplan