O  aumento do interesse dos consumidores por carros com soluções alternativas aos convencionais motores a gasolina, incluindo usados, vai levar a expoMECÂNICA – Salão de Equipamentos, Serviços e Peças Auto, a dedicar particular atenção a este segmento de mercado.

Esta tendência, diz a organização do evento que vai decorrer na EXPONOR de 7 a 9 de abril de 2017, vai obrigar a mudanças na atividade do pós-venda automóvel nacional.

“Acreditamos que 2017 será mais um ano de grande evolução para os veículos ecológicos. É um indicador que acompanhamos com frequência, e que tem vindo a crescer de ano para ano. Em 2016, a procura por veículos elétricos na nossa plataforma aumentou 88% e por híbridos subiu 139%», sublinha Miguel Lucas, site manager do Standvirtual, um dos parceiros da feita organizada pela Kikai Eventos.

“A tendência no interesse e consumo de carros mais amigos do ambiente é não só muito relevante por comportar uma postura mais ecológica e sustentável, mas também porque transporta variadíssimas implicações para o negócio do tecido que dinamiza o aftermarket automóvel português. Sobretudo nos milhares de empresas e profissionais que desenvolvem atividade na rede de manutenção e reparação de viaturas”, lê-se no comunicado da organização.

“Como estarão eles a preparar as mudanças que se avizinham?” será assim um dos motes para as conferências e intervenções que vão acontecer ao longo de um evento que já vai na sua 4.ª edição.

Com lotação esgotada de protagonistas empresariais do setor (140 expositores até à data), José Manuel Costa, diretor da Kikai, destaca ainda a importância da componente formativa gratuita do expoMECÂNICA.

Este responsável considera mesmo “indispensável” esta formação para os atuais e futuros profissionais do setor: “atribuiremos mais horas de formação e demonstrações in loco na feira”.

A ideia é mesmo superar os números da edição anterior, transformando-os numa “maratona formativa”.

Em 2016, a cada sessenta minutos foi possível assistir a uma demonstração (mais de 16 horas de formação), no espaço DEMOTEC by Schaeffler, e o mesmo sucedeu com o ciclo de palestras expoTALKS by TecWash/Revista Pós-Venda, que, em apenas três dias de feira, contabilizou 24 palestras.

Estas duas iniciativas são para repetir e em preparação estão novas apostas.

É o caso do programa de captação de compradores nacionais, que já está a ser operacionalizado pela equipa da feira.

A pouco mais de dois meses do evento, o certame está “44 metros quadrados líquidos (de 11.500 m2) acima da ocupação da edição anterior e conta, no momento, com 140 operadores do setor inscritos”, realça Sónia Rodrigues, igualmente responsável pela organização deste evento que vai decorrer, em Abril, na Exponor.