A Alliance Ventures é um novo fundo de capital de risco criado pela Renault, Nissan e Mitsubishi que prevê investir até mil milhões de dólares em inovação nos próximos cinco anos.

No primeiro ano é esperado um investimento do fundo no valor de 200 milhões de dólares em startups e parcerias de inovação com empreendedores do setor da tecnologia dedicados à nova mobilidade, incluindo eletrificação de veículos, sistemas autónomos, conectividade e inteligência artificial.

Com investimentos anuais adicionais, a Alliance Ventures irá tornar-se o maior fundo de capital de risco do setor automóvel durante a vigência do Alliance 2022, um plano estratégico a médio prazo lançado no ano passado pela Renault-Nissan-Mitsubishi.

A Nissan (40%), a Renault (40%) e a Mitsubishi Motors (20%) irão financiar conjuntamente a entidade, que contará com um comité de investimento exclusivo para tomada de decisões de investimento e monitorização do respetivo desempenho.

“A nossa abordagem de inovação irá permitir-nos investir e colaborar com startups e empreendedores do setor da tecnologia, que irão beneficiar da escala global da Aliança. Este novo fundo reflete o espírito colaborativo e a mentalidade empreendedora que estão no cerne da Aliança”, referiu Carlos Ghosn, Presidente do Conselho de Administração e CEO da Renault-Nissan-Mitsubishi.

Como parte do plano estratégico Alliance 2022, a Renault-Nissan-Mitsubishi prevê que as receitas conjuntas das empresas associadas irão atingir os 240 mil milhões de dólares e que o volume de vendas anuais ultrapasse os 14 milhões de automóveis até ao final de 2022.

Primeiro investimento será no setor das baterias

A primeira transação da Alliance Ventures será um investimento estratégico na Ionic Materials, uma empresa promissora com sede nos EUA que desenvolve materiais para baterias de estado sólido sem cobalto.

A aquisição de ações coincide com a celebração de um acordo de desenvolvimento conjunto com a Aliança para fins de cooperação em matérias de I&D.

A Ionic, com sede em Massachusetts, é a criadora de um eletrólito de polímero sólido pioneiro que proporciona um melhor desempenho e rentabilidade de baterias de elevada densidade energética para o setor automóvel e várias outras aplicações.

Fortalecer a cooperação e duplicar sinergias do grupo

A Alliance Ventures será liderada por François Dossa, que tem mais de 20 anos de experiência no domínio da banca de investimento e seis anos de experiência na Aliança, onde até agora era o diretor-geral da Nissan Brasil.

O investimento de capital de risco inicial de 200 milhões de dólares surge como complemento ao total anual de mais de 8,5 mil milhões de dólares em investimentos em Investigação e Desenvolvimento efetuados pelos membros da Aliança.

A equipa da Alliance Ventures irá também tirar partido das competências e oportunidades de negócio identificadas por uma equipa multifuncional de peritos da Nissan, da Renault e da Mitsubishi.

A Alliance Ventures irá definir áreas de inovação e mercados geográficos para investimento, em colaboração com as suas equipas de engenharia avançada e investigação, e irá recrutar peritos em capital de risco para desenvolver a plataforma.

É esperado que partilhem localizações em Silicon Valley, Paris, Yokohama e Pequim, próximo dos centros de investigação e tecnologia das empresas associadas da Aliança, bem como de áreas com fortes ecossistemas de inovação.

“Esta iniciativa de investimento foi concebida para atrair para a Aliança as mais promissoras startups tecnológicas do setor automóvel”, afirmou Carlos Ghosn.