ecall: IMA faz triagem de chamadas europeias e só 10% são prognósticos vitais

272

‭A 1 de abril entrou em vigor a norma aprovada pelo Parlamento Europeu que determina a obrigatoriedade de incluir o sistema eCall (chamada de emergência) em todos os veículos de passageiros e veículos utilitários ligeiros de nova homologação.

‬‬‬O eCall contribui para minimizar os tempos de resposta por parte dos serviços de emergência em caso de acidente.

O atendimento precoce influencia significativamente na hora em que se trata de salvar vidas: de acordo com os dados tratados pelas instituições comunitárias, prevê-se que este dispositivo de segurança rodoviária reduza o número de vítimas mortais em acidentes de trânsito até 10%.

Diversos estudos estimam que, com a implantação total do eCall, os tempos de intervenção diminuirão em 40% em zona urbana e em 50% em zona rural.

O Grupo IMA (Inter Mutuelles Assistance) lidera a prestação de serviços telemáticos para o automóvel em toda Europa, área que gere em vários países desde que os primeiros dispositivos foram implantados em 2003.

A IMA Ibérica, a sua filial em território ibérico, atende os alertas gerados por veículos espanhóis e portugueses, assim como os de outros segurados internacionais durante a sua passagem pela Península.

O volume de chamadas registado pelas suas plataformas europeias ascende a uma média de 60.000 anuais.

A IMA atua como TPS (Third Party Supported eCall ou Serviços a terceiros).

A sua função consiste numa filtragem e gestão das chamadas por parte das plataformas de fabricantes e seguradoras, de forma que os serviços de emergência só recebem os avisos relacionados com prognósticos vitais.

Estes somam apenas 10% do volume total de chamadas recebidas, o que implica uma importante libertação de carga para os centros de emergências.

Este sistema, por iniciativa da Comissão Europeia, visa introduzir um sistema pan-europeu baseado num serviço público.

O Grupo IMA defende o estabelecimento de uma cooperação entre as autoridades, os centros de emergência e as entidades que operam como TPS.

Antoine Trarieux, Diretor de Serviços Telemáticos do automóvel na IMA, desenvolveu o seu percurso profissional em torno de diferentes projetos relacionados com a interoperabilidade em tempo real no âmbito dos transportes e é, desde 2009, responsável pelo desenvolvimento dos serviços conectados no Grupo IMA.

Para Trarieux, “a garantia de uma mobilidade segura para todos já está em processo. A IMA trabalha há tempo no desenvolvimento de dispositivos e aplicações que permitem oferecer estas mesmas condições de segurança a veículos e motociclos que não integram de fábrica o sistema eCall”.