Março 2018: vendas crescem 6%. É tempo das RaC

735

A antecipação da Páscoa e as previsões de um crescimento do Turismo em Portugal, contribuíram para o crescimento de 6% do mercado automóvel em Março de 2018.

Por outro lado, o mês homólogo de 2017 não foi um dos mais fortes desse ano, fruto de variadíssimas razões.

Já março de 2018 trouxe também alguns resultados inesperados, como a quebra de vendas de veículos comerciais: menos 2,1% face a março de 2017.

Aliás, o crescimento anémico de 0,5% desde janeiro – que contrasta com os 5,5% dos ligeiros de passageiros -, poderá pronunciar alguma desconfiança dos agentes económicos e antecipar o fim de um ciclo de crescimento.

Constata-se uma quebra ainda mais acentuada no volume das vendas de comerciais pesados.

Confirma também a tendência de queda das principais marcas representadas pela SIVA em Portugal – Volkswagen, Audi e Skoda – bem como o crescimento de outras que fecharam em março o seu ano comercial, caso da Nissan que, beneficiando também do começo das entregas do novo Nissan Leaf, cresceu 56,2% face ao mesmo mês do ano anterior.

Com 31.313 novas matrículas de viaturas ligeiras, os três primeiros meses de 2018 evidenciam um crescimento global de 6% deste tipo de veículos.

Este movimento deverá prosseguir até julho/agosto de 2018, prevendo-se que a partir de setembro, com a entrada em vigor das novas regras do WLTP, a expectável subida do preço das viaturas possa desencadear um movimento inverso.

Estes são os principais fatores em evidência:

  • A Renault continua líder da tabela de ligeiros e está a ampliar a sua quota de mercado face a 2017
  • As 3 principais marcas de 2018 (Renault, Peugeot e Citroen) detêm mais quota de mercado (33,12%) do que as três maiores de 2017 (Renault, Peugeot, Volkswagen): 32,25%
  • Precisamente a Volkswagen desceu da 3.ª posição da tabela que ocupava em março de 2017, para a nova posição, com uma quebra de 25,5% (menos 1.274 unidades)
  • A Nissan é a marca do TOP10 que mais cresceu desde janeiro, mais 26,7%
  • As quatro principais marcas premium reduziram matriculas em março: Mercedes-Benz (menos 1.9%), BMW (menos 5,1%), Audi (menos 61,2%!) e Volvo (menos 6,2%). E com excepção da Volvo, todas perderam quota de mercado no primeiro trimestre de 2018 (o que significa que não estão a acompanhar o crescimento do mercado)
  • A Toyota está a registar um crescimento de 20,5% no primeiro trimestre de 2018, com metade das vendas de ligeiros de passageiros a serem veículos eletrificados. Nomeadamente do modelo Auris, onde 57,3% das vendas no primeiro trimestre foram com motorização híbrida
  • A MAN entrou na lista de vendas de ligeiros graças ao MAN TGE, modelo derivado da Volkswagen Crafter: 16 unidades no primeiro trimestre.

Descarregue as tabelas de vendas automóveis de março de 2018 disponibilizadas pela ACAP.