Citroën Berlingo Multispace (MY 2019)

441

Multispace é a designação da Citroën Berlingo de passageiros e, tal como o furgão comercial, vai ser disponibilizada com dois comprimentos de carroçaria:

  • “M” com 4,40 metros;
  • XL” com 4,75 metros (mais 35 cm);
  • Distância entre eixos varia igualmente: 2,78 e 2,97 metros, respetivamente.

A versão mais longa, de 7 lugares, vai ser a primeira a chegar a Portugal ainda este ano, por ser a única possível de homologar como “Classe 1” com utilização do sistema Via Verde.

As atuais Berlingo (e Partner) vão manter-se disponíveis até ao final do ano porque não é expectável que, antes disso, possa ser alterada a lei ou criada alguma exceção à mesma.

Algo essencial pelo impacto que, a não acontecer, poderia ter sobre as versões furgão destinadas a uso profissional e que têm um peso bastante significativo nas vendas globais deste segmento em Portugal.

Como a anterior geração, a nova, consoante as tipologias, vai continuar a ser fabricada, conjuntamente com a Peugeot Partner (carga e passageiros) nas instalações de Mangualde, em Portugal e de Vigo, em Espanha.

A correspondente versão Opel Combo, agora marca do grupo PSA, é fabricada, exclusivamente, em Espanha.

Características da Berlingo Multispace

A nova Berlingo Multispace prossegue a linha de renovação de produtos da Citroën e, tal como algumas criações mais recentes, apresenta algumas características de estilo do universo SUV, como maior altura ao solo e proteções da carroçaria, sugerido espírito para aventura.

A plataforma sobre a qual assenta o modelo tem a parte frontal derivada da EMP2 (para albergar motorizações mais modernas e outra tecnologia atual), com a seção traseira herdada da anterior base RGS, por questões de robustez e maior capacidade de carga.

Com duas portas laterais deslizantes e capacidade para transportar cinco ou sete passageiros, a gama de motores é a seguinte:

  • A gasóleo:

– 1.5 BlueHDi com 130 cv S&S, caixa manual de 6 velocidades ou com caixa automática, com conversor de binário, EAT8 de 8 velocidades;
– 1.5 BlueHDi com 100 cv, caixa manual de 5 velocidades, também disponível em versão MBC (Muito Baixo Consumo);
– 1.5 BlueHDi com 75 cv e caixa manual de 5 velocidades

Estes motores contam também com FAP (filtro de partículas) e redução catalítica seletiva (RCS), com utilização de AdBlue.

  • A gasolina:

– 1.2 PureTech, 3 cilindros – 130 cv, S&S, caixa de velocidades automática EAT8 de 8 relações (disponível em 2019);
– 1.2 PureTech, 3 cilindros – 110 cv, S&S, caixa manual de 5 velocidades, também disponível em versão MBC (“Muito Baixo Consumo”)

Para cumprir as normas Euro 6c e ficar preparado para o ciclo de homologação WLTP, foi acrescentada tecnologia “GPF” – Gasoline Particulate Filter – para reduzir a emissão de partículas.

Todos os motores com caixa de velocidades manual, exceção para o diesel mais potente, que pode possuir também transmissão automática de oito velocidades.

Mais tarde haverá uma versão elétrica do modelo, tal como acontece na geração lançada em 2015 e, previsivelmente, também uma versão mais radical, com tração integral.

Em opção, o sistema “Grip Control” destinado a melhorar as capacidades de motricidade, neste caso associado ao controlo de descida em declive.

Este é o documento completo com todas as Características Técnicas do Citroën Berlingo 2019

Interior versátil, espaçoso e modular

Um pouco mais de altura ao solo e a estrutura típica deste tipo de carro conferem-lhe uma posição de condução confortável, sobretudo para enfrentar longas viagens.

A condução urbana é facilitada por um raio de viragem de 10,9 metros.

O habitáculo pode dispor de assentos individuais na fila central, dependendo da versão de equipamento e os dois assentos da terceira fila podem ser recolhidos.

Na variante mais longa (XL) podem deslocar-se longitudinalmente em 13 cm.

Todos os lugares beneficiam do amplo espaço interior, incluindo ao nível da largura de ombros e da altura interior, além do acesso fácil graças ao sistema de abertura das portas.

Fácil e engenhoso, o sistema de rebatimento dos bancos permite criar um piso praticamente plano. O rebatimento total dos bancos traseiros e do encosto do assento do passageiro facilita o transporte de objetos até 2,70 metros na carroçaria “M” e 3,05 na carroçaria “XL”.

Praticamente todos os lugares possuem pequenos espaços acessíveis para objetos pessoais.

Segundo a marca, há até 28 pequenos espaços no habitáculo (186 litros no total), sendo que 92 litros correspondem ao “Modutop”, equipamento opcional constituído por teto solar e vários compartimentos acima e abaixo dos vidros, incluindo sob o piso.

O facto do airbag do passageiro da frente estar colocado no tejadilho, como acontece no Cactus, permite a criação de um espaço frontal de arrumação (top box) com 11,8 litros, fechado e refrigerado.

Entre os bancos dianteiros há espaço para movimentação ou instalação de acessórios, uma vez que o travão de mão pode ser automático e o manípulo das mudanças (ou o comando rotativo da caixa automática) ficam numa posição elevada e próxima do volante.

A bagageira tem 775 litros de capacidade na versão mais curta (mais 100 litros do que a anterior) ou 1050 litros na versão mais longa (com 5 lugares), acesso através de portão com abertura para cima.

A tampa da bagageira pode ser colocada a duas alturas e o acesso à mala também pode ser feito através da abertura de um vidro no portão traseiro, muito útil já que a abertura total desta porta requer bastante espaço livre.

Todos os bancos rebatidos permitem até 4.000 litros até ao tejadilho e o pneu suplente fica instalado no exterior, sob a mala.

Muito equipamento novo

Foi acrescentado equipamento que não estava disponível no modelo anterior e que é pouco usual de encontrar neste tipo de veículo:

  • Head-up display frontal;
  • Controlo ativo de velocidade de cruzeiro;
  • Detector de veículo no ângulo morto;
  • Alerta de mudança involuntária de faixa de rodagem;
  • Travão de mão automático
  • Sistema de estacionamento semiautomático;
  • Assistência à travagem de emergência em cidade;
  • Sistema multimédia com ecrã táctil de 8’’ compatível com Android Auto e CarPlay;
  • Carregador sem fio para dispositivos compatíveis.

Além das variadas possibilidades de personalização da carroçaria e do habitáculo, existem proteções plastificadas laterais que sugerem os “airbumps” estreados no C4 Cactus original e que são, cada vez mais, uma marca distintiva dos modelos Citroën.