Junho 2018: venda carros de passageiros novos na Europa

257

Em junho de 2018, a venda de carros ligeiros de passageiros na Europa seguiu positiva com 5,2% de crescimento face ao mesmo mês de 2017, depois da estabilidade revelada pelo mercado em maio de 2018.

A entrada em vigor da nova norma WLTP e de regras Euro6 mais apertadas poderão estar a incentivar a criação de stocks e a antecipar vendas, justificando, em parte, este aumento dos números apurados no final de junho.

Em termos brutos, foram comercializados 1.569.067 unidades em junho, enquanto o primeiro semestre fechou com 8.449.247 novas matrículas (mais 2,9%).

Entre os principais mercados, até ao final de maio, Espanha cresce 10,1%, tal como França (4,7%) e Alemanha (2,9%).

O Reino Unido acentuou a tendência de redução (-6,9%), tal como Itália cujo mercado, ao recuar 7,4% em junho, já contraiu 1,4% desde o início do ano.

Em junho de 2018, a venda de automóveis ligeiros de passageiros em Portugal conheceu um crescimento significativo e superior à média europeia (6,3%), fixando as vendas em 26.162 unidades.

Nos primeiros cinco meses do ano, o nosso país já matriculou mais de 134 mil veículos ligeiros de passageiros.

Análise às vendas europeias por construtores

Os 3 primeiros grupos construtores automóveis viram crescer o número de registos em junho, mais acentuadamente o grupo PSA, ao beneficiar da integração dos valores da Opel e da recuperação da DS.

O grupo Volkswagen conserva a liderança das vendas na Europa e aumenta o número de registos em 8% desde o início do ano, graças às contribuições de todas as marcas, excepto da Audi.

A recuperação da Opel/Vauxhall está a permitir uma boa recuperação das novas marcas do grupo PSA, que estão a aproximar-se das vendas totais da Peugeot.

Individualmente, a Renault continua a ser a segunda marca europeia (atrás da VW), enquanto Peugeot e Opel ocupam a quarta e quinta posição.

A Ford ocupa então a terceira posição.

No final do primeiro semestre, os números dos grupos BMW e Daimler permanecem negativos face ao ano anterior, sendo que das quatro principais marcas dos dois construtores, apenas a MINI apresenta valores positivos face a 2017.

Estas são as tabelas de matriculas de ligeiros de passageiros na Europa referentes a junho de 2018