ENSAIO: BMW 216D Active Tourer LCI

172

Embora não seja um modelo com muita representatividade nas vendas a frotas da BMW em Portugal, o Série 2 Active Tourer tem o seu espaço próprio num mercado onde soluções e configurações alternativas são cada vez mais procuradas.

Principalmente para um público menos formal, que procura uma viatura ágil, fácil de conduzir e com capacidade de espaço e acessos simples, esta é uma opção que poderá funcionar bem.

A qualidade típica da marca alemã está presente, embora mais concentrada na mecânica do carro e sobretudo no autêntico milagre que consegue fazer do motor 1.5 de três cilindros.

Com bastantes desenvolvimentos em relação à geração anterior, este Active Tourer mostra-se mais adaptado ao design dos dias de hoje e acrescenta também alguns pormenores  tecnológicos.

Na versão testada pela FLEET MAGAZINE, encontrámos um modelo com bastante espaço  no interior. Os lugares dianteiros não serão porventura os mais amplos, mas os ocupantes  dos lugares traseiros ficam brindados com mais espaço do que porventura seria de esperar.

É mesmo aí atrás que as soluções de arrumação estão mais bem preparadas, enquanto que nos lugares da frente são mais limitadas, embora sem deixarem de ser suficientes para as arrumações mais básicas.

O porta-bagagens traz boa capacidade volumétrica, conseguindo acomodar no mínimo 468 litros de carga.

Contudo, com o sistema de rebatimento dos bancos (facílimo de utilizar) ou aproveitando o compartimento falso do chão deste espaço, consegue-se chegar aos 1510  litros de capacidade.

Outra solução é a possibilidade de chegar os bancos mais para a frente, ganhando mais um pouco de volume.

Em condução, prepara-se para uma posição elevada e de boa visibilidade.

O motor, um 1.6 de três cilindros,  responde prontamente ao que é pretendido.

A caixa de seis velocidade é algo rígida, mas com boa extensão em cada uma das velocidades, de forma a obrigar uma troca mínima em cada escalonamento. Em termos de consumos, conseguimos 6,6 l/100km de média.

Impressões

O BMW Active Tourer é a opção da marca germânica para um público mais  descomprometido, urbano e já com alguma necessidade de espaço nas viaturas em casa.

Tem tudo o que os restantes modelos da marca trazem (pensamos nos Série 1 e 3), mas com uma versatilidade maior e sem perder a dinâmica que sempre foi imagem de marca da BMW.

De facto, esta foi a maior surpresa durante o ensaio que fizemos, dada a  configuração da carroçaria do Active Tourer.

Continua a ser uma viatura com bom  desempenho em curva e com uma boa capacidade de ultrapassar os traçados mais sinuosos com que se depara.

Para ajudar, o motor 1.5 de três cilindros consegue estar sempre onde é preciso, sem grande esforço excepto nas velocidades mais baixas.

Ficha de Produto: Preço, rendas, dados de consumo e de motor

  • Preço:

38.593 Euros*

  • Rendas:

721,15 €/mês (36m)*

650,27 €/mês (48m)*

  • Consumo médio e emissões:

4,3 l / 100Km / 112 gCO2/km*

  • Dados do Motor:

3 / 1.496 cc

114 / 4.000 cv/rpm

270 / 1.750 Nm/rpm

(*) Valores LEASEPLAN. Quilometragem anual contratada: 30.000 – Serviços incluídos: aluguer/iuc/ seguro (franquia 4%)/manutenção/ gestão de frota/ pneus ilimitados/ veículo de substituição – quilometragem técnica máxima: 200.000 kms