ALD: Obrigação de Impacto Positivo para financiar ambiente mais limpo

257

A ALD Automotive emitiu uma Obrigação de Impacto Positivo, que será usado exclusivamente para financiar ou refinanciar veículos pré-selecionados, com prioridade para veículos com maior contribuição líquida positiva no que respeita a mudanças climáticas.

Para este efeito, a ALD selecionou, uma carteira inicial de 14.348 veículos elegíveis para financiamento, composta por 24% de veículos elétricos (EV) e 76% de veículos híbridos (HEV) e veículos híbridos plug-in (PHEV), em 13 países da Europa.

Com taxa fixa a 4 anos e 500 milhões de euros, este título demonstra o compromisso da gestora em encontrar soluções financeiras inovadoras para financiar transportes limpos e promover a transição para um futuro de baixas emissões de carbono.

A Estrutura da Obrigação de Impacto Positivo da ALD está alinhada com os Princípios de Obrigações Ecológicas da ICMA, bem como os Princípios para os Financiamentos de Impacto Positivo desenvolvidos pelo programa da Nações Unidas para o Meio Ambiente.

Para que o vínculo se qualificasse como um Impacto Positivo, a ALD desenvolveu uma abordagem de avaliação do ciclo de vida, baseada numa medida robusta e de impacto transparente da frota em todas as fases da vida útil dos veículos.

Para isso contou com a ajuda da Quantis, uma empresa especializada em análises de ciclos de vida.

O portfólio inicial da ALD evitará o equivalente a 17.000 toneladas de CO2 e 99.000 kg de emissões de NOx numa base anual, comparativamente a uma frota similar alimentada por motores de combustão.

A VigeoEiris emitiu uma segunda opinião sobre as credenciais ambientais desta Obrigação de Impacto Positivo e o seu alinhamento com a estratégia de desenvolvimento sustentável da ALD. Adicionalmente, este título beneficia da certificação da Climate Bond Initiative.

A frota de baixas emissões da ALD é de 84.000 veículos alternativos (EVs, PHEVs, híbridos) sob gestão, no final do primeiro semestre de 2018, mais de 50% de crescimento anual, representando hoje uma percentagem ligeiramente abaixo de 5% da frota total.

A ambição da ALD é ter uma frota alternativa mínima, de 200.000 veículos sob gestão até 2020.