Citroën C5 Aircross 2019: preços, equipamento e motores

1770

O Citroen C5 Aircross é a nova proposta de estilo vincadamente SUV que pretende manter as características de espaço e versatilidade tão apreciadas em modelos do género monovolume.

Compacto e alto, com quatro metros e meio de comprimento e 23 cm de altura ao solo (!), distingue-se por manter um conforto bastante bom mesmo sobre terrenos mais difíceis, sem deteriorar as capacidades habituais deste género de carro fora do alcatrão.

Para aumentar essas capacidades, além da altura ao solo e das proteções da carroçaria, pode contar com a ajuda do conhecido sistema “Grip Control”, associado a pneus específicos “Mud & Snow”, para aumentar a motricidade sobre terrenos mais difíceis e escorregadios. Além deste sistema, conta com controlo de velocidade em descidas (Hill Assist Descent), muito útil em situações de piso bastante escorregadio.

Mas é o elevado conforto que mais se realça no novo C5 Aircross, graças à sua suspensão macia que não prejudica o comportamento em curva ou a sensibilidade da condução.

Estão disponíveis dois motores a gasolina e outros dois a gasóleo, associados a caixas manuais de seis velocidades ou automática de oito.

A saber:

  • 1.2 PureTech de 130 cv S&S (CVM de 6 velocidades);
  • 1.6 PureTech de 180 S&S (EAT de 8 velocidades);
  • 1.5 BlueHDi de 130 cv com CVM6 ou EAT8;
  • 2.0 BlueHDi 180 S&S EAT8

A mecânica Plug-In Hybrid (PHEV) deverá chegar em 2020 com uma autonomia EV prevista de 50/60 km, com tração dianteira.

Estas são as principais características técnicas do Citroën C5 Aircross SUV.

A meio caminho de preço entre os concorrentes Nissan Qashqai e Peugeot 3008, o Citroen C5 Aircross beneficia, como estes, pelo facto de ser Classe 1 nas portagens portuguesas.

Ciente da importância das empresas para o sucesso das vendas, a Citroen promete campanhas bastante agressivas.

Esta é a tabela oficial de preços do Citroën C5 Aircross SUV, todos os motores e versões de equipamento e ainda custo dos opcionais, sem o desconto habitual para frotistasEquipamento

Disponibilizado com jantes de 17’’, 18’’ ou 19’, a característica mais importante do Citroen C5 Aircross é, definitivamente, o conforto.

Por isso, apesar de ser construído sobre a plataforma EMP2, a mesma do Peugeot 3008, dois importantes acessórios diferenciam o resultado: o uso das suspensões com Batente Hidráulico Progressivo (do mesmo género do C4 Cactus mas aqui com resultados significativamente melhorados) e os bancos Advanced Confort (idem).

Há também vinte tecnologias de ajuda à condução, incluindo o sistema Highway Driver Assist, um passo intermédio rumo à completa autonomia da condução, além de seis tecnologias de conectividade, distribuídos por três níveis de equipamento: Live, Feel e Shine.

Veja AQUI o que contém cada um destes três níveis de equipamento.

Esta é a relação detalhada de todo o equipamento de conectividade e ajudas à condução que o Citroen C5 Aircross pode conter.

Mais características importantes

A suspensão hidráulica progressivas que a Citroen estreou em 2018 no C4 Cactus distingue-se por suavizar o movimento vertical da roda, retardando e amortecendo o movimento progressivamente.

Para aumentar o conforto, os bancos, mais largos, “Advanced Comfort” possuem almofadas extra que se ajustam às formas do corpo, para oferecer um melhor suporte, nomeadamente lateral mas também ao nível lombar e maior envolvência à altura dos ombros.

A fila traseira é sempre constituída por três bancos individuais, cada um com movimento longitudinal de 15 cm, além de regulação independente do respetivo encosto.

Além de um espaço desafogado para os passageiros, mesmo ao nível de ombros (vias com 1,6 metros de largura), a capacidade da mala começa nos 580 litros e estende-se até aos 720 litros com os cinco lugares disponiveis e os três bancos traseiros ajustados para posição mais frontal.

Este valores encontram-se entre as maiores da sua classe.