Renault CLIO TCe 90 Bi-Fuel chega a Portugal

129

Como prometido logo no início do ano, em Portugal, a solução GPL chegou à Renault e à gama Clio.

A versão Bi-Fuel designada “Clio TCe 90 Bi-Fuel LIMITED” assenta na linha de equipamento LIMITED e já está disponível por 18.110 euros.

A solução, já disponível noutros mercados europeus, possui dois sistemas de injeção específicos, assim como dois depósitos de combustível: de 45 litros para gasolina e de 33,6 litros para o GPL.

O arranque do motor ocorre sempre através da combustão de gasolina, passando, de forma automática e, ao fim de alguns segundos para GPL, em função da temperatura do motor.

O motor 0.9 litros turbo do Clio TCe 90 Bi-Fuel LIMITED está equipado com caixa manual de cinco velocidades.

Quando o depósito GPL fica vazio, a alimentação faz, automaticamente, a mudança para o depósito a gasolina e com uma suavidade dificilmente percetível pelo condutor.

Contudo, a qualquer momento, o condutor pode também passar de gasolina para GPL em andamento, através de um botão colocado no painel de bordo.

Contabilidade dos custos de utilização

Atendendo à atual diferença de preço da gasolina (com um custo aproximado de 1,64 €/litro) face ao do GPL (com um custo aproximado de 0,68 €/litro), é fácil perceber as vantagens face à versão exclusivamente a gasolina.

O maior investimento inicial na versão a GPL (mais 1.250 euros) é diluído pouco depois de cumpridos os primeiros 35 mil km de utilização, graças ao preço do GPL, cujo custo por litro é, nesta altura, menos de metade do que o da gasolina.

Contas feitas, com 50 mil km percorridos com a versão Bi-Fuel, a poupança é na ordem dos 500 euros e de cerca 2.200 euros assim que forem cumpridos os 100 mil km.

Por isso, a solução do GPL apresenta-se como um uma opção viável em termos de custos, inclusive em comparação ao gasóleo, um tipo de motor que tende a desaparecer no segmento do Clio.

Já sem os estigmas associados a este tipo de motorização, nomeadamente a necessidade de um dístico azul (que deixou de ser necessário) ou a interdição de estacionamento em parques de estacionamento subterrâneos.

Exteriormente não existe qualquer diferença visível face à normal versão a gasolina e interiormente apenas os comandos de permuta de combustível e do estado do depósito de GPL, semelhante ao que existe na gama Dacia.

O que é o GPL? E o GNV? Que vantagens para o motor das empresas?