Renting cresce 20,5% em Portugal nos primeiros nove meses de 2018

575

Entre janeiro e setembro de 2018, segundo as estimativas da ALF, o Renting de viaturas em Portugal cresceu 20,5% em valor de produção, face ao mesmo período de 2017.

Representando um volume de 545 milhões de euros, o número de viaturas novas adquiridas em Renting ascendeu a 27.785 unidades, incluindo modelos ligeiros de passageiros e comerciais.

A frota automóvel gerida pelas empresas que operam na área do renting e que fazem parte desta associação, representa, atualmente, 1,7 mil milhões de euros (mais 6,5% do que no mesmo período do ano anterior), num total estimado de 112.580 unidades.

Mas outro modelo de financiamento deveu o seu crescimento ao automóvel.

De acordo com as estimativas desta associação, o leasing também cresceu significativamente e em particular na Locação Mobiliária, que apresentou um aumento estimado de 8,8%, a que corresponde um valor de produção de quase 1,7 mil milhões de euros.

De facto, os números demonstram que o leasing automóvel contribuiu com mais de 1,1 mil milhões de euros, ao passo que o Leasing de Equipamentos teve uma participação de apenas 561 milhões de euros.

A produção da Locação Financeira Imobiliária nesses nove meses observou igualmente um aumento, na ordem dos 3,1 por cento, atingindo um valor de 571 milhões de euros.

“Estas estimativas refletem o crescimento sustentado do financiamento especializado, muito graças às pequenas e médias empresas. A este ritmo, é de prever que a tendência se mantenha ao longo do próximo ano, com os nossos produtos a contribuirem com uma importância substancial para a economia real”, reconhece  Paulo Pinheiro, presidente da Associação Portuguesa de Leasing, Factoring e Renting.

,