janeiro 2019: mercado automóvel contrai na Europa mas há pelo menos um sinal positivo

308

Ao contrário de Portugal, onde o número de novas matrículas cresceu 8,3% em janeiro de 2019, o mercado europeu (EU28) de veículos ligeiros de passageiros caiu 4,6% face a janeiro de 2018.

Apesar desta queda, há um sinal de optimismo: os quase 1,2 milhões de unidades vendidas (1.195.665) representaram o melhor volume europeu desde julho de 2018.

A queda foi generalizada em todos os cinco maiores mercados europeus:

  • Alemanha: 265.702 (-1,4%)
  • Itália: 164.864 (-7,5%)
  • Reino Unido:161.013 (-1,6%)
  • França: 155.079 (-1,1%)
  • Espanha: 93.546 (-8,0%)

Com 15.684 unidades, Portugal foi foi o 13.º mercado entre os 28 países da União.

A par da Roménia e da Dinamarca, foi também um dos três únicos mercados com mais de 10 mil unidades feitas a apresentar um saldo mensal positivo.

Por construtores assiste-se a nova queda pronunciada do grupo Volkswagen (-6,5%), generalizada às cinco principais marcas, com excepção da SEAT.

Nas posições seguintes do ranking, o grupo PSA e Renault também descem, pese embora o crescimento apresentado pelas marcas secundárias: Citroen no primeiro caso, Dacia no segundo.

Novidade desta tabela é o surgimento, pela primeira vez, das marcas Hyundai e Kia englobadas num único grupo construtor automóvel.

Tal como aconteceu em 2018, a soma das duas siglas do grupo Hyundai abrem 2019 na quarta posição da tabela, com um crescimento residual de 0,3% conseguido pelo crescimento homólogo da Kia.

Este reposicionamento europeu empurra a Ford (-6,5%) e os grupos FCA (-14%), Daimler (-1,3%), BMW (-2,7%) e Toyota (-5,4%) para as posições seguintes da tabela.

A fechar o Top 10 a queda mais pronunciada: a Nissan, que perde 26,1%.

Decantado exclusivamente por marcas automóveis, os valores da tabela mostram um TOP 5 constituído pela Volkswagen, Peugeot, Ford, Renault e Opel/Vauxhall.

A Honda continua em dificuldades e perde 14% face ao mês homólogo.

Este é o ficheiro com a tabela de ligeiros de passageiros novos na Europa em janeiro de 2019, por mercado e por marcas automóveis.