Peugeot 208 vai ter versão elétrica com 340 km de autonomia

1632

A nova geração do Peugeot 208 (a anterior remonta a 2015 e acompanhámos a sua apresentação internacional) vai manter versões a gasóleo e a gasolina mas acrescenta uma outra 100% elétrica.

Comercializado a partir de outono de 2019 é construído sobre a plataforma CMP (Common Modular Platform).

Esta plataforma é reservada aos segmentos B e C e a sua base modular em termos de dimensões e motores vai acomodar um Peugeot 208 livre de emissões com 136 cv e 260 Nm de binário.

A autonomia para 340 km de acordo com o ciclo WLTP (450 km segundo o NEDC) é assegurada pela bateria de 50 kWh, refrigerada por líquido e situada sob o piso, para não interferir na habitabilidade.

Assegurados são também os 8 anos ou 160 mil quilómetros que o construtor garante para 70% da sua capacidade de carga.

Quanto aos motores térmicos, o construtor adianta as seguintes ofertas de acordo com o Euro 6.d (gasolina) e Euro 6.d-temp (Diesel):

  • A gasolina, motores de 3 cilindros e 1.2 litros de cilindrada – PureTech 75 S&S CVM5, PureTech 100 S&S CVM6 ou EAT8 e PureTech 130 S&S EAT8;
  • A Diesel, motor de 4 cilindros e 1.5 litros de cilindrada – BlueHDi 100 S&S CVM6.
HyperFocal: 0

O que se sabe do Peugeot e-208?

Com programações Eco, Normal e Sport, o pedal do acelerador do e-208 permite dosear os movimentos de aceleração e de desaceleração consoante a pressão exercida, podendo ser ajustado para uma desaceleração equivalente à de um veículo de combustão.

O sistema de aquecimento é por bomba de calor e os assentos podem ser aquecidos, dependendo da versão.

O pré-condicionamento térmico programável a partir do touchscreen ou à distância, através do smartphone na app MyPeugeot®., permite otimizar a autonomia (convergência mais rápida da temperatura definida nas fases de arranque) e obter mais rapidamente a temperatura ideal de funcionamento da bateria.

É também possível controlar o carregamento das baterias bem como verificar o respetivo estado.

Os tempos e métodos de carga indicados pela Peugeot são:

  • A partir de uma tomada doméstica clássica ou, para uma carga completa em 16 horas, a partir de uma tomada reforçada Green Up™ Legrand®, através de um cabo de recarga fornecido para o efeito;
  • A partir de uma Wall Box, permitindo uma carga completa em 5h15 em modo trifásico (11 kW) ou em 8h00 em modo monofásico (7,4 kW);
  • A partir de uma tomada pública dedicada: a regulação térmica da bateria permite utilizar carregadores de 100 kW e obter uma carga a 80% em 30 minutos.

Uma nova oferta de gamas de serviço, com base em 3 pilares, arranca em paralelo com a comercialização do novo PEUGEOT e-208:

  • Oferta de soluções de carga em casa ou escritório, através de uma ampla oferta de material (tomada reforçada, Wallbox, Smart Wallbox, etc), um diagnóstico para avaliar a instalação elétrica previstas e a melhor solução de carga, bem como a instalação final;
  • Oferta de recarga pública através dos Serviços Free2Move, incluindo um pass de carga, que permite aceder a uma rede de mais de 85.000 pontos de carregamento na Europa, com pré-seleção de acordo com a distância, velocidade e preço da recarga. A navegação conectada faz a orientação ao terminal selecionado;
  • Easy-Mobility ou como assegurar a mobilidade dos clientes em qualquer circunstância (em função dos mercados);
  • Trip planner: uma ferramenta de planificação e organização de longas deslocações através dos Serviços Free2Move; proposta das melhores rotas, levando em linha de conta a autonomia residual e a localização dos pontos de recarga na estrada. O envio do trajeto ao sistema de Navegação conectada permite encontrar esta rota no veículo;
  • Mobility Pass: mobilidade alargada e garantida graças ao pacote incluído no processo de aluguer do veículo, que permite ter um veículo de aluguer a qualquer momento, de acordo com as necessidades;
  • E-coaching: uma ferramenta na app MyPeugeot que permite receber conselhos para otimização da condução e autonomia do novo e-208;
  • Novos simuladores e percursos digitais para ajudar na descoberta da eletrificação nos sites Internet da Marca PEUGEOT;
  • Contratos de serviços e assistência em estrada adaptados, que poderão ser incluídos num único financiamento, para desfrutar, com toda a tranquilidade, do veículo;
  • Um certificado de capacidade da bateria para facilitar a revenda do veículo, garantindo o nível de capacidade da bateria do mesmo.

Mais dados no novo Peugeot 208

O carro mais importante do construtor francês e regularmente entre os três mais vendidos em termos europeus evolui a típica posição de condução i-cockpit dando maior dinamismo à instrumentação.

“Dependendo do nível de equipamento, o cluster de instrumentação PEUGEOT i-Cockpit® 3D apresenta informações em 2 níveis de leitura. No ecrã digital à frente, as informações são projetadas como um holograma. As indicações são dinâmicas, aproximando-se do olhar com base no seu nível de importância ou de urgência, num ganho na reação de cerca de um segundo. Na parte central, acima dos toggle switches, o touchscreen está disponível em 5, 7 ou 10 polegadas, dependendo do nível de acabamento ou das opções selecionadas”, refere o comunicado da marca.

Para já, a Peugeot não adianta dimensões, capacidades ou mais dados técnicos sobre a nova gama Peugeot.

HyperFocal: 0

Equipamento

As ajudas à condução e os sistemas de conectividade ganham cada vez mais espaço mesmo nos segmentos mais populares.

Com o novo sistema Drive Assist, o novo Peugeot 208 inicia a via da condução semi-autónoma.

Assim, neste contexto, é possível encontrar na nova gama Peugeot 208 que chega em outubro de 2019:

  • Regulador de velocidade adaptativo com função Stop & Go com a caixa automática EAT8 (ou Automatic Cruise Control Stop & Go) com aviso ajustável de distância entre veículos. Em trânsito compacto, o re-arranque do veículo é automático se a paragem ocorrer num período inferior a 3 segundos. Caso contrário, um toque no pedal do acelerador ou na extremidade inferior do comando, sob o volante, ativa a função. A função é acessível a partir dos 0 km/h. Com a função 30 km/h disponível com caixa manual, após uma travagem e redução de velocidade até abaixo dos 30 km/h, o regulador entra em pausa, pelo que o condutor deverá recuperar o controlo, embraiar e travar até à paragem do veículo;
  • Ajuda à manutenção da posição dentro da faixa de rodagem, cabendo ao condutor escolher a posição na via (associado ao ACC Stop & Go);
  • Full Park Assist com função de perímetro Flankguard (com a caixa automática EAT8). O sistema gere automaticamente a direção, aceleração e travagem para entrar e sair de um lugar de estacionamento;
  • Travagem automática de emergência de última geração (deteta peões e ciclistas, de dia e de noite, de 5 km/h a 140 km/h) e alerta de risco de colisão;
  • Alerta ativo de transposição involuntária de faixa (ou do limite) com correção de trajetória a partir dos 65 km/h;

Por outro lado e no âmbito da segurança e do conforto, poderá incluir como ajudas à condução:

  • Alerta de atenção ao condutor, para detetar o estado de alerta do condutor em períodos de condução mais longos e a velocidades superiores a 65 km/h, através da análise dos micro-movimentos do volante;
  • Comutação automática das luzes de circulação;
  • Reconhecimento dos sinais de velocidade e de recomendação;
  • Reconhecimento alargado de sinais de trânsito (stop, sentido proibido);
  • Sistema ativo de vigilância de ângulo morto (com correção de trajetória). Esta função está disponível a partir dos 12 km/h;
  • Travão de estacionamento elétrico.

Em matéria de conectividade há que contar:

  • Função Mirror Link do novo PEUGEOT 208 é compatível com os protocolos de conexão MirrorLink™, Apple CarPlay™ e Android Auto™
  • Recarga por indução estrategicamente colocado na área de arrumação da consola central;
  • Até quatro tomadas USB (incluindo uma do tipo C);
  • Navegação 3D conectada TomTom® Traffic que permite conhecer o estado do tráfego em tempo real e as zonas de risco.