Em fevereiro 2019 matricularam-se menos carros e uma das razões pode ter sido o modelo da matrícula…

1189

Depois da muito boa prestação do mercado automóvel em janeiro de 2019, onde Portugal foi dos países europeus com melhor índice percentual de crescimento no mercado da UE, as vendas de carros novos em Portugal voltam a cair em fevereiro de 2019.

Face aos valores conseguidos em fevereiro de 2018, o número de matrículas recuou em 9,3 para os ligeiros de passageiros e em 6,4% para os comerciais ligeiros.

Tal facto coloca os valores acumulados no vermelho, com destaque para os ligeiros de passageiros (-2,1%)

Entre as razões que podem ajudar a explicar este facto estão as compras realizadas em janeiro (que foram derrogadas do ano anterior para obtenção de matriculas mais recentes), a Páscoa tardia (atrasando as compras do RaC) e porque fevereiro de 2018 foi um mês particularmente extraordinário para a força de vendas das marcas, tendo sido o 4.º melhor mês de 2018 em termos de volume.

Pode haver ainda um outro factor psicológico que tenha feito atrasar as compras de alguns consumidores, confirmado à FM por alguns vendedores: a mudança na formulação das matrículas.

De facto, as matrículas de fevereiro entraram no ciclo da letra “X”. Finalizado o alfabeto, vão passar a constar quatro letras e dois números, ao contrário dos quatro números e duas letras em vigor até à data.

Olhando para os dados observa-se:

  • Matrículas ligeiros de passageiros em fevereiro de 2019: 18 858 unidades (-9,3%)
  • Matriculas comerciais ligeiros (idem): 2 621 unidades (-6,4%)
  • Matriculas totais de veículos ligeiros (idem): 21 479 unidades (-9,0%)
  • Matrículas ligeiros de passageiros acumulado de 2019: 34 542 unidades (-2,1%)
  • Matriculas comerciais ligeiros (idem): 5 536 unidades (6,2%)
  • Matriculas totais de veículos ligeiros (idem): 40 078 unidades (-1%)

O Top 10 das marcas, matriculas de fevereiro, ligeiros de passageiros:

  1. Renault
  2. Peugeot
  3. Citroën
  4. Mercedes-Benz
  5. BMW
  6. Opel
  7. Fiat
  8. Seat
  9. Volkswagen
  10. Nissan

O Top 10 das marcas, matriculas de fevereiro, comerciais ligeiros:

  1. Renault
  2. Peugeot
  3. Citroën
  4. Fiat
  5. Ford
  6. Toyota
  7. Mercedes-Benz
  8. Opel
  9. Iveco
  10. Volkswagen

O Top 10 das marcas, valor acumulado, ligeiros de passageiros:

  1. Peugeot
  2. Renault
  3. Mercedes-Benz
  4. Citroën
  5. Opel
  6. BMW
  7. Fiat
  8. Seat
  9. Volkswagen
  10. Nissan

O Top 10 das marcas, valor acumulado, comerciais ligeiros:

  1. Renault
  2. Peugeot
  3. Citroën
  4. Fiat
  5. Ford
  6. Toyota
  7. Mercedes-Benz
  8. Opel
  9. Mitsubishi
  10. Iveco
  • Destaque para as 109 unidades matriculadas da Tesla, um valor mensal superior a marcas como a Alfa Romeo, Lexus, Jaguar, land Rover, Suzuki…
  • Destaque para a subida muito expressiva da Hyundai em fevereiro (50,9%) e para o facto de, no acumulado dos dois primeiros meses quase ter duplicado o número de matriculas de ligeiros de passageiros face ao período homólogo (+ 91%).
  • Destaque para a subida continuada da Jeep que, embora só tenha feito 241 matrículas nos primeiros dois meses, isso representa um crescimento ed 141%.
  • Destaque para a quebra da Citroen nos comerciais, assim como a Opel e para a subida de apenas 0,8% da Peugeot neste segmento. Estas três marcas partilham o mesmo modelo (Berlingo, Combo e Partner, respectivamente), a variante de comercial com mais vendas na classe. Poderá o facto deste novo modelo ser Classe 1 apenas com Via Verde estar a condicionar uma maior aceitação da nova geração?
  • Apesar da Renault ser a marca com mais matriculas nos dois segmentos, no acumulado permanece a 287 unidades da Peugeot. Tal facto faz com que a Renault tenha recuado a sua quota de mercado dos ligeiros mais de 2 pontos: de 13,87% para 11,12%.

Estas são as tabelas com o número de matriculas de automóveis em Portugal em fevereiro de 2019