Produção diária de hidrogénio para quase uma centena de carros

606

O maior desafio à massificação de veículos Fuel Cell já não é a tecnologia dos veículos ou dos componentes, que se encontra num estágio bastante adiantado de eficiência como se constata em construtores como a Toyota ou a Hyundai, mas no desenvolvimento de uma rede de abastecimento e na produção sustentável do hidrogénio.

O hidrogénio é encarado como uma solução viável para grandes frotas, não apenas pesadas mas igualmente ligeiras, como acontece presentemente em França, por exemplo no grupo ENGIE, mas também numa empresa de táxis em Paris.

Uma solução pode ser a utilização do recurso eólico ou solar para a produção de hidrogénio a partir da água através da electrólise, como este poderoso sistema apresentada pela H-TEC SYSTEMS, com produção eólica de electricidade.

Com um nível de produção bastante elevado, capaz de gerar até 450 kg diários de hidrogénio (o suficiente para quase uma centena de carros Fuel Cell ou uma dúzia de autocarros como os que vão ser produzidos em Portugal pela CaetanoBus), o PEM ME450/1400 vai estar disponível a partir de 2020 em alguns mercados.

Já em 2019, sistemas com menor dimensão e capacidade de produção vão ser instalados em parques eólicos do norte da Alemanha, para fornecimento de hidrogénio a postos de abastecimentos próximos.