Prémios Fleet Magazine 2018: Mitsubishi L200 Intense 4WD Cabine Dupla (Strakar)

184

A reputação granjeada pela Mitsubishi nas capacidades de tracção total e de robustez foram muito consolidadas pela L200 Starkar, que se apresentou a concurso numa versão enquadrada na tabela B do ISV reservada a comerciais.

Embora, como outras pick-up, esta possa ser uma fórmula mais económica de aceder a uma viatura de todo o terreno para lazer, fiscal e funcionalmente é, na essência, um modelo comercial utilizado por muitas empresas e organismos públicos que precisam de aceder a áreas remotas ou de acesso mais difícil.

A viatura da imagem não ilustra a versão que esteve a concurso, correspondendo a uma série especial com detalhes e equipamento que não interferem com nenhum dos critérios avaliados.

Mantém a cabine dupla, os cinco lugares e está equipada com o mesmo motor de 154 cv que apresenta, neste momento, emissões CO2 de 180 gr/km.

Na avaliação do júri foram realçados com as pontuações mais elevadas os critérios de “Qualidade de Construção”, “Capacidade de carga/versatilidade profissional” e “Análise à Condução”.

Este é o quadro com as votações do júri em cada uma das seis categorias.

Seguindo os mesmos critérios, a equipa da Fleet Magazine fez a sua própria avaliação e publica a justificação da votação atribuída em cada dos pontos avaliados.

A edição 2019 dos Prémios Fleet Magazine já está a decorrer.

As inscrições podem ser feitas através do site da edição deste ano dos prémios, mais informações podem ser obtidas através do email cd@fleetmagazine.pt

Votação do Júri dos Prémios

Votação da equipa Fleet Magazine

Critérios

Votação Total Média percentual face ao total de votos possíveis Votação Total

Média percentual face ao total de votos possíveis

Preço de Aquisição

15 53,57% 4

100%

Qualidade de Construção

41 73,21% 5

50%

Capacidade carga/versatilidade profissional

33 58,93% 7

88%

Consumos e emissões

7 50,00% 1

50%

Análise à Condução

48 68,57% 8

80%

Conforto

63 75,00% 5

41,67%

Equipamento

8 57,14% 1

50%

Votação média individual

31 66,77% 31

67,39%

 

Comentários Fleet Magazine sobre a avaliação a cada um dos critérios:

  • Preço de Aquisição: O preço é bastante competitivo quando equacionamos que as empresas podem deduzir o IVA por se tratar de um comercial;
  • Qualidade de Construção: É uma pick-up pura e dura pensada para o trabalho. Há avaliações que só um período longo de utilização permite validar com rigor mas falta algum refinamento nos critérios de escolha dos materiais e na insonorização;
  • Capacidade carga/versatilidade profissional: Surpreendente. Estamos a falar de um carro com quase duas toneladas (em vazio) animado por um motor esforçado e competente;
  • Consumos e emissões: Não pode ser penalizada. O peso e a arquitetura não ajudam. Difícil obter consumos médios abaixo dos 10 litros;
  • Análise à Condução: Posição de condução elevada Graças à altura da plataforma, mas a profundidade dos pedais obriga condutores de estatura média a ficarem próximos do volante. Essenciais as ajudas ao estacionamento, comandos TT e ajudas electrónicas;
  • Conforto: A questão não é tanta de espaço mas do comportamento da suspensão, naturalmente sobre-elevada. O eixo traseiro rígido dá-lhe eficácia para a função mas retira conforto;
  • Equipamento: Ajustado face ao preço praticado e concorrência;

AVALIAÇÃO GLOBAL FLEET MAGAZINE:

De condução fácil e intuitiva e com um custo pouco superior a 28 mil euros (sem IVA, inclui desconto de 20%), a L200 tanto pode servir como uma alternativa mais económica a um SUV como cumprir a sua vocação de trabalho.

FINALISTAS CONCORRENTES À MESMA CATEGORIA: