Balanço final ao mercado automóvel em 2018: carros usados estimulam mercado e financiamento (II)

542

Depois de se mostrar como as novas formas de aquisição estão a baralhar ainda mais a percepção das vendas automóveis por canal e da importância que o financiamento tem para a aquisição de automóveis em Portugal, este texto revela o peso que o comércio de usados tem para a actividade do sector.

De facto, pelo volume e pela dinâmica tanto dos grandes operadores como por parte de pequenos comerciantes, o mercado de carros usados voltou a ser o principal dinamizador do comércio automóvel em Portugal e da actividade financeira ligada ao sector.

Todos os tipos de financiamento automóvel cresceram para a aquisição de carros usados, que tanto podem ser os referidos como “km0”, como os usados importados (que cresceram 16,7% em 2018 e representaram 34% do volume de carros novos), como os que derivam de retomas, que, muitas vezes, entram no mercado paralelo e são vendidas por operadores não registados.

Este último tipo de comércio assume grande relevância num mercado onde a falta de uma política exequível de estímulo ao abate de veículos em fim de vida está a fazer crescer a idade média do parque automóvel em Portugal.

Veículos com mais de 15/20 anos adquiridos por poucos milhares de euros, muitas vezes com recurso ao “cach-advance” de cartões de crédito, alguns dos quais chegam a este mercado ou são comercializados por – ou em associação – com vendedores de algumas concessões, onde entram como retomas.

Atente-se aos seguintes valores e quadros para perceber a dimensão da realidade do parque automóvel em Portugal no final de 2018:

  1. MERCADO CARROS NOVOS PORTUGAL
  • 228.290 Ligeiros de passageiros (+ 2,8%)
  • 39.306 Comerciais ligeiros (+ 2%)

2. MERCADO DE USADOS IMPORTADOS

  • 77.241 Ligeiros de passageiros (+ 16,7%; 33,83% do mercado de veículos novos)
    3.342 Comerciais ligeiros (+ 53,6%; 8,5% do mercado de veículos novos)

3. TOTAL REGISTOS AUTOMÓVEIS PORTUGAL

  • 2.948.506 Veículos ligeiros, motociclos e viaturas pesados (registos online + presenciais de modelos novos e usados)

4. UNIDADES EM CIRCULAÇÃO

  • 5.015.000 Ligeiros de passageiros (4,8 milhões em 2017)
  • 1.120.000 Comerciais ligeiros (1,1 milhões em 2017)

5. IDADE MÉDIA DO PARQUE AUTOMÓVEL

  • 12,6 Anos ligeiros de passageiros (igual a 2017)
  • 13,8 Anos comerciais ligeiros (13,7 em 2017)

6. IDADE MÉDIA DOS VEÍCULOS ENTREGUES PARA ABATE
NA REDE VALORCAR

  • 21,6 anos (21,4 anos em 2017, 20,7 anos em 2016, 20 anos em 2015, 19,7 anos em 2014… 15,6 anos em 2016)

Por fim, o quadro seguinte resulta dos dados obtidos pelo Banco de Portugal e reflecte apenas os valores contabilizados para clientes particulares.

Os valores evidenciam o aumento do financiamento de veículos usados e ainda com reserva de propriedade (novos e usados)