Denominado QC45 de 2.ª Geração, este carregador rápido da Efacec contém melhorias significativas ao nível de software e hardware.

A segunda geração do QC45 caracteriza-se por:

  • Melhor design HMI e melhoria na identificação dos conectores
  • Fácil manutenção, com mais fácil acesso frontal e aos componentes
  • Design apelativo, mais urbano, futurista e high-tech
  • Layout que beneficia a optimização do espaço, permitindo colocar os carregadores lado a lado, dado que a ventilação deixa de ser na lateral, como acontecia na versão anterior do QC45

Com perto de 4 mil equipamentos de carregamento rápido espalhados pelos cinco continentes, com maior evidência nos continentes europeu e americano, a Efacec aposta assim na evolução contínua dos seus produtos para dar resposta às necessidades actuais e futuras dos utilizadores de veículos eléctricos.

Ficha técnica do QC45 2.ª Geração:

  • Carregador rápido compatível com todas as marcas de veículos eléctricos;
  • Carrega um veículo eléctrico (80%) em menos de 30 minutos;
  • Instalação plug & play simples;
  • Potência de saída DC:  superior a 50 kW | AC: 22 kVA;
  • Múltiplos standards: CHAdeMO, CCS e AC;
  • Carga DC e AC em simultâneo;
  • TFT color display (ecrã tátil opcional);
  • Integração em rede (OCPP ou protocolo do proprietário);
  • Comunicações integradas (4G, LAN, Wi-Fi);
  • Configuração opcional em dois equipamentos (interface com utilizador/terminal)

Aplicações do carregador QC45 2.ª Geração

  • Autoestradas e estradas nacionais;
  • Postos de combustível;
  • Infraestruturas e operadores de carregamento de veículos eléctricos;
  • Frotas de veículos eléctricos (privadas e públicas);
  • Concessionários automóveis e prestadores de serviços de veículos eléctricos

A comemorar um ano desde a inauguração da unidade industrial da mobilidade eléctrica, o sector da mobilidade eléctrica da EFACEC cresceu 100% em volume de negócio, atingindo os 36 milhões de euros em 2018.

A empresa participar, de forma activa, em sete dos maiores projectos de mobilidade eléctrica a nível mundial e, a partir de Portugal, equipa centros de excelência e desenvolvimento de grandes fabricantes automóveis e dá suporte a infraestruturas de carregamento de grande dimensão localizadas, predominantemente, na Europa e Estados Unidos da América.