A linha de comerciais da Ford foi projectada para oferecer às empresas os recursos e a tecnologia de segurança mais atuais.

No caso do novo Ford Ranger, é o primeiro veículo da sua classe a oferecer um conjunto de sistemas e de ajudas à condução destinados a facilitar e tornar mais seguras as manobras urbanas, potenciando ainda as capacidades para aquilo que esta pick-up foi criada: a circulação por terrenos mais difíceis.

Ganhou também eficiência graças ao novo motor a gasóleo EcoBlue de 2,0 litros, equipado de tecnologia de redução catalítica selectiva (SCR).

Ajustado à realidade fiscal portuguesa é proposto nas seguintes versões:

  • Turbo de geometria variável com 130 CV e 340 Nm de binário. Consumos desde 8,0 l/100 km e emissões de CO 2 desde 209 g/km;
  • Turbo de geometria variável com 170 CV e 420 Nm de binário. Consumos desde 8,3 l/100 km e emissões de CO2 desde 216 g/km;
  • Tecnologia Bi-turbo com turbo de geometria variável de alta pressão e turbo de geometria fixa de baixa pressão. Com 213 CV de potência e 500 Nm de binário. Consumos desde 9.2 l/100 km e emissões de CO 2 desde 228 g/km.

Tem tracção integral de série e a transmissão pode ser manual de seis velocidades ou automática de dez velocidades com conversor de binário.

Com três tipos de carroçaria disponíveis – Cabina Simples, Super Cab e Cabina Dupla – a Ford Ranger tem capacidade de reboque até 3.500 kg e de carga até 1.252 kg.

É o primeiro veículo da sua classe a oferecer de série o Assistente de Pré-Colisão com Detecção de Peões e Limitador de Velocidade Inteligente, podendo também contar com o Sistema de conectividade SYNC 3 da Ford, a Tecnologia de modem integrado FordPass Connect (1) e o Controlo Electrónico de Estabilidade com mitigação do capotamento e controlo de oscilação de atrelado.

Opcionalmente, pode dispor de:

  • Alerta de Manutenção na Faixa e Ajuda à Manutenção na Faixa
  • Controlo de Velocidade Adaptativo com Alerta Frontal
  • Reconhecimento de Sinais de Trânsito
  • Sensores de estacionamento dianteiros e traseiros
  • Câmara traseira

Ranger Raptor: uma potência todo-o-terreno

Apesar de todas as Ford Ranger possuírem capacidades extraordinárias para trilhar fora de estrada, graças à tração integral de série, capacidade para passagens a vau até 80 cm de profundidade, 23 cm de distância ao solo, ângulo de ataque de 29 º e ângulo de saída de 21º, a Ford preparou a Ranger Raptor para uma verdadeira utilização off-road.

Com uma frente inspirada na primeira pick-up de alta performance construída em série pela Ford – a F-150 Raptor – esta versão potencia as capacidades para circular sobre terrenos mais difíceis com mais segurança em velocidades mais elevadas, valendo-se da versão mais potente do motor 2.0 EcoBlue que, sobrealimentado por dois turbo-compressores, produz 213 cv e 500 Nm.

Com profundas alterações em relação às restantes versões da gama, a Raptor assenta sobre um chassis optimizado para a condução agressiva fora de estrada, uma estrutura reforçada, protegida e resistente, com mais 5,1 cm de distância ao solo e mais 15 cm de largura de vias.

Com um curso mais elevado (mais 32% nos dianteiros e mais 18% nos traseiros), os amortecedores FOX com Position Sensitive Damping (Amortecimento Activo) são capazes de variar rapidamente a capacidade de amortecimento em função do tipo de condução e condição do piso.

Com estas alterações, a capacidade para passagens a vau cresce para 85 cm de profundidade, a distância ao solo passa a ser de 28,3 cm de distância ao solo e os ângulos de ataque e saída de 32,5º e 24º, respectivamente.

Pneus todo-o-terreno BF Goodrich 285/70 R17 foram desenvolvidos especificamente para a Ranger Raptor, com paredes reforçadas preparadas para os ambientes mais hostis e uma banda de rodagem apta para proporcionar mais aderência em terrenos escorregadios.

Para desfrutar de tudo isto, o condutor pode seleccionar um dos seis modos de condução integrados no Terrain Management System:

  • Modo Normal: prioridade ao conforto, economia de combustível e facilidade de condução
  • Modo Sport: maior rapidez de resposta para uma condução mais dinâmica em estrada
  • Modo Relva/Terra/Neve: concebido para proporcionar uma condução segura e confiante em fora de estrada e em superfícies desniveladas
  • Modo Lama/Areia: ajusta a resposta do veículo para optimizar a tracção e o impulso em superfícies altamente deformáveis, como areia e lama
  • Modo Pedra: especificamente para pisos lentos e pedregosos, onde é fundamental contar com um controlo suave
  • Modo Baja: ajusta a resposta para a performance de condução fora de estrada a alta velocidade, tal como fazem os pilotos na famosa Baja 1000

(1) O sistema de modem incorporado FordPass Connect transforma a Ranger no hotspot Wi-Fi móvel com conectividade até 10 dispositivos Wi-Fi e possibilita também o acesso a um conjunto de funcionalidades através da aplicação móvel (app) FordPass:

  • Estado do Veículo: permite verificar remotamente o nível de combustível, a pressão dos pneus e quilometragem, antes de arrancar;
  • Localizador do Veículo: ajuda a encontrar o seu veículo em grandes parques de estacionamento;
  • Trancar/Destrancar Portas: permite conceder o acesso de terceiros ao habitáculo ou garantir que o veículo se encontra devidamente trancado.

Uma Transit para cada necessidade

O crescimento do comércio online está a alterar a forma de actuação das empresas com necessidades de transporte e distribuição, sector onde os veículos comerciais assumem um papel fundamental.

Há cada vez mais mercadoria para transportar e esta é cada vez mais diversa, desde mobília e grandes electrodomésticos a pequenos embalagens e produtos frescos, adquiridos através da internet directamente pelo consumidor final.

O tráfego urbano cada vez mais intenso e as restrições de algumas cidades relativamente às emissões de CO2 e NOx geram ainda uma pressão acrescida quanto à selecção dessas viaturas.

É por isso importante dispor de viaturas ligeiras de mercadorias versáteis, com grande capacidade de carga, aptidão de manobra e bem conectada para receber e fornecer indicações de rotas, estado de encomendas e condições de transporte.

Não menos importante, disporem de motores com boa capacidade de resposta, porém eficientes.

Pensada para responder a todas estas necessidades existe a gama de comerciais Ford desde o compacto Courier à nova Transit de 2 toneladas.

Uma linha de veículos preparado para atender a todos os tipos de necessidades:

  • Transit Courier: espaço de carga de 2,3 metros cúbicos para uma Europalete e capacidade de carga bruta até 600kg;
  • Transit Connect: Com até 3 lugares e dois comprimentos de chassis (L1 e L2), as versões Van permitem carregar artigos com até 3 metros ou 3,4 metros de comprimento, respectivamente. Possui espaço para duas Europaletes (em L1) ou quatro placas madeira prensada de 8 ‘x 4’ (em L2).
  • Transit Custom: Desde 6 metros cúbicos nas versões de chassis curto (L1 H1) até aos 8.3 metros cúbicos das versões de chassis longo (L2 H2). Capacidade para até 3 Europaletes ou placas de 8’ x 4’ horizontalmente, o furgão de 3 lugares pode também transportar objectos com até 3,4 m de comprimento (L2).
  • Transit Van: com variadas configurações de chassis e cabine, incluindo para transporte de passageiros, versões chassis-cabine e furgão com caixa de carga de diferentes alturas e capacidades de transporte.

Conectividade e eficiência: factores chave do sucesso

Para os profissionais é cada vez mais importante disporem de veículos eficientes e com soluções de conectividade que permitam um melhor controlo da frota e a optimização das operações.

A resposta para a primeira das exigências é o novo motor Ford EcoBlue 2.0L TDCi, apto para cumprir as novas normas relativamente à redução das emissões de óxido de nitrogénio (NOx).

Para aumentar a eficiência deste motor, é possível encomendar a tecnologia mild-hybrid de 48 volts nas versões de transmissão manual, melhorando ainda mais a eficiência dos consumos. A bateria de iões de lítio, de 48 volts, utiliza a energia regenerada na operação do motor e nos componentes eléctricos, proporcionado uma redução de consumos de 3% a 8% em situações de tráfego intenso, em comparação com o equivalente modelo equipado com o motor diesel 2.0 EcoBlue.

Mas a Ford vai ser também o primeiro construtor de grande volume a oferecer tecnologia plug-in hybrid no segmento dos furgões de uma tonelada, num novo modelo que estará à venda em finais de 2019 e que pretende assegurar até 50 km de autonomia em modo eléctrico.

E para uma condução sem emissões haverá também uma unidade 100% eléctrica do furgão Transit em 2021.

Maior conectividade vai também assegurar maior produtividade aos clientes de veículos comerciais da marca. Com a tecnologia de modem incorporado FordPass Connect – disponível do Fiesta Van à Transit – a Ford tem vindo a desenvolver soluções integradas para veículos comerciais, de forma a permitir que os clientes consigam fazer uma gestão mais fácil e prática dos seus veículos, optimizando, assim, a sua produtividade.

É o caso de uma solução em desenvolvimento de manutenção preditiva, que promete revolucionar a forma como os clientes de veículos comerciais encaram a assistência e manutenção.

Esta nova solução permitirá que manutenção seja adaptada à medida de cada veículo, em vez de ser determinada por intervalos fixos de manutenção.

Sensores colocados nos principais sistemas dos veículos podem fornecem dados, em tempo real, para que os cuidados de manutenção sejam efectuados apenas quando necessário e que sejam tomadas medidas antes de os problemas se agravarem, ao ponto de causar uma avaria.

Recorrendo a uma app específica, é possível verificar o estado individual de cada veículo, enquanto os condutores podem aceder, em tempo real, a uma previsão de dados relativos ao estado do veículo.