Diz a BMW que a chegada do novo BMW Série 1 é “o início de uma nova era”.

Trata-se da terceira geração do Série 1, já disponível em Portugal, e que tem na tração dianteira a grande novidade, além do renovado design da grelha dianteira e linhas aerodinâmicas.

As duas primeiras gerações do BMW Série 1 já contam com mais de 1.3 milhões de unidades produzidas no total, o que representa bem o sucesso que este modelo granjeou, especialmente na Europa.

De acordo com a BMW, a terceira geração do BMW Série 1 “oferece significativamente mais espaço que o seu antecessor sem grandes alterações no design exterior” graças à nova arquitetura de tração dianteira.

Esta alteração no sistema de tração do Série 1 permitiu aos passageiros do banco traseiro beneficiarem de mais espaço, além de que a bagageira aumentou consideravelmente de tamanho.

Entrar no BMW Série 1 está mais fácil para os passageiros traseiros e o espaço para as pernas está maior.

Curiosamente, e dado que o espaço para passageiros é maior, o novo BMW Série 1 é cinco milímetros mais pequeno que o seu antecessor (4.319 milímetros de comprimento). Já nas restantes medidas, o Série 1 está maior, com 1.799 milímetros de largura (mais 34 milímetros que o Série 1 de 2ª geração) e 1.434 milímetros de altura (mais 13 milímetros que o Série 1 de 2ª geração).

Motorizações

Nas motorizações a diesel, as seguintes opções:

116d

  • 1.496 cc, BMW TwinPower Turbo technology
  • Transmissão manual de 6 velocidades ou automática Steptronic de 7 velocidades de dupla embraiagem
  • 116 cv entre as 2250-4000 rpm
  • 270 Nm entre as 1750-4000 rpm
  • 200 km/h de velocidade máxima
  • Consumo combinado até 4,2l/100 km
  • Emissões até 110 gCO2/km

118d

  • 1.995 cc, BMW TwinPower Turbo technology
  • Transmissão manual de 6 velocidades ou automática Steptronic de 8 velocidades
  • 150 cv entre as 2500-4000 rpm
  • 350 Nm entre as 1750-4000 rpm
  • 218 km/h de velocidade máxima
  • Consumo combinado até 4,4l/100 km
  • Emissões até 116 gCO2/km

120d xDrive

  • 1.995 cc, BMW TwinPower Turbo technology
  • Transmissão automática Steptronic de 8 velocidades
  • 190 cv entre as 2500-4000 rpm
  • 400 Nm entre as 1750-4000 rpm
  • 230 km/h de velocidade máxima
  • Consumo combinado até 4,7l/100 km
  • Emissões até 124 gCO2/km

Nas motorizações a gasolina:

118i

  • 1.499 cc, BMW TwinPower Turbo technology
  • Transmissão manual de 6 velocidades ou Steptronic de 7 velocidades de dupla embraiagem
  • 140 cv entre as 4200-6500 rpm
  • 220 Nm entre as 1480-4600 rpm
  • 213 km/h de velocidade máxima
  • Consumo combinado até 5,7l/100 km
  • Emissões até 129 gCO2/km

M135i xDrive

  • 1.998 cc, BMW TwinPower Turbo technology
  • Transmissão automática Steptronic Sport de 8 velocidades
  • 306 cv entre as 4500-6250 rpm
  • 450 Nm entre as 1750-5000 rpm
  • 250 km/h de velocidade máxima
  • Consumo combinado até 7,1l/100 km
  • Emissões até 162 gCO2/km

Sistemas de assistência à condução BMW

A BMW decidiu instalar no Série 1 uma série de sistemas de assistência à condução que até aqui apenas estavam disponíveis nas gamas mais altas da marca.

Dependendo do sistema em questão, o radar e os sensores ultrassónicos BMW reúnem dados acerca da área circundante do veículo e alertam o condutor para os perigos, minimizando assim o risco e acidente, acionando sistemas de correção de travagem e de direção.

Para os mercados europeus, está também disponível o sistema de aviso de colisão e de proximidade de peões, com uma função ativada de travagem que alerta o condutor também para a presença de ciclistas.

BWM Digital

A Chave Digital BMW é uma das novidades digitais da marca bávara.

Embora esteja disponível como opção, a Chave Digital BMW permite ao condutor abrir ou trancar o automóvel utilizando um smartphone que disponha da tecnologia Near Field Communication (NFC). Basta segurar o smartphone junto ao puxador da porta e esta abre-se – mesmo que o smartphone esteja sem bateria.

O condutor pode partilhar a Chave Digital BMW com um máximo de cinco pessoas.

Galeria de imagens: