Em novembro, os registos de veículos comerciais ligeiros novos caíram 7,9% na Europa, em comparação com o mesmo mês de 2018, diz a ACEA (Associação Europeia dos Construtores Automóveis).

A introdução das normas de emissões WLTP a 1 de setembro pode explicar a queda nas vendas durante o mês de novembro. Como resultado, a procura por novos comerciais ligeiros caiu na maioria dos principais mercados.

  • Alemanha: -3,3%, 27.022 unidades
  • Espanha: -3,7%, 17.006 unidades
  • França: -6,1%, 37.493 unidades
  • Itália: -11,6%, 16.400 unidades
  • Reino Unido: -9,6%, 26.238 unidades

Já no que respeita ao acumulado, o mercado de vendas de comerciais ligeiros novos cresceu 2,3%, tendo sido registado perto de 1,9 milhões de veículos, apesar da quebra registada durante agosto, setembro e outubro na Europa.

Alemanha (+7,4%), França (+4,1%) e Itália (+4,3%) foram os mercados que registaram os ganhos mais notáveis.

Portugal

Em Portugal, durante o mês de novembro deste ano, foram vendidos 2.842 comerciais ligeiros – menos 937 unidades do que em novembro de 2018, o que representa uma quebra de 24,8% nas vendas.

Entre janeiro e novembro de 2019 foram vendidas 33.915 unidades, contra as 35.246 vendidas em período homólogo de 2018. Estes números representam uma queda de 3,8% nas vendas deste tipo de veículos.