O Grupo FCA emitiu um comunicado que diz que estão a ser implementadas novas medidas nas suas fábricas localizadas em Itália, em resposta à crise do COVID-19.

Para manter a distância de segurança entre funcionários nos seus postos de trabalho, nas fábricas, o Grupo FCA prepara-se para baixar os níveis de produção diários.

O grupo admite ainda que, se necessário, fechará temporariamente as suas fábricas italianas.

Contudo, a empresa manterá as ações que minimizem o risco de contágio entre os seus funcionários. Entre estas ações estão previstas a higienização de todas as áreas de trabalho e de descanso e balneários.

Durante fevereiro, o grupo iniciou um programa para implementar, progressivamente, o trabalho a partir de casa. Com o nome ‘Smart Working’, este programa destina-se principalmente a colaboradores com funções de escritório. Além disso, foram também implementados limites ao número de pessoas em espaços de refeição comuns da empresa.

O Grupo FCA garante que todas as áreas administrativas da empresa continuarão as suas atividades normais – sempre em consonância com as diretivas do Governo italiano.