O novo Audi e-tron Sportback 55 quattro é o segundo modelo da gama e-tron – um SUV com tração integral elétrica, potência total de 300 kW (408 cv) e autonomia anunciada, em ciclo WLTP, de 446 km.

O e-tron Sportback 55 quattro é um coupé de caráter desportivo, orientado para uma condução zero emissões e chega a Portugal em breve, com um preço anunciado a partir dos 72.600 euros, com um contrato de manutenção e extensão de garantia (4 anos ou 80 mil km).

Uma nova era quattro

O sistema de acionamento 100% elétrico do e-tron Sportback é composto por dois motores elétricos, sendo que cada eixo está equipado com um motor elétrico assíncrono, alimentado com corrente trifásica através da eletrónica de potência.

De acordo com a Audi, a tração integral elétrica do e-tron Sportback “escreve um novo capítulo na história do sistema quattro”. O sistema regula de forma contínua e variável a distribuição ideal de binário entre os dois eixos.

e-tron Sportback

Embora na maioria dos casos o binário seja distribuído com prevalência no eixo traseiro, o condutor pode obter mais potência, uma vez que a tração elétrica nas quatro rodas redistribui binário ao eixo dianteiro quando necessário.

A distribuição de binário atua também de forma preventiva, antes de potenciais derrapagens em piso escorregadio ou em curvas feitas a alta velocidade, bem como em situações de subviragem ou sobreviragem.

Números

No modo de condução “D”, o e-tron Sportback 55 quattro tem uma potência total de 265 kW (360 cv) e um binário de 561 Nm. O consumo combinado de energia situa-se entre os 26,0 e os 21,9 kWh/100 km (em ciclo WLTP).

Já no modo “boost”, o sistema elétrico atinge uma potência máxima de 300 kW (408 cv) e um binário máximo de 664 Nm durante um período máximo de oito segundos.

A velocidade máxima está limitada a 200 km/h.

e-tron Sportback

A autonomia anunciada deste SUV 100% elétrico é de 446 km. Com uma bateria de alta tensão de 95 kWh de capacidade, o e-tron beneficia de um sistema de recuperação de energia – em mais de 90% das travagens, o e-tron Sportback aplica apenas os motores elétricos, que atuam como geradores.

Numa travagem desde os 100 km/h, o SUV elétrico da Audi pode recuperar a energia elétrica num máximo de 300 Nm/220 kW.

Além disso, a recuperação de energia pode acontecer também em modo de roda livre ou através da energia cinética resultante da travagem. O sistema eletrónico analisa a quantidade de pressão necessária para aquela função de travagem específica. Dependendo da situação, o sistema vai decidir se utiliza os motores elétricos (para recarregar a bateria) ou os travões de fricção.

VW/AUDI: preço da bateria elétrica. Onde repará-la ou substitui-la?

Segunda variante de motorização

No lançamento do mercado, a Audi tem disponível uma segunda variante de motorização – o e-tron Sportback 50 quattro, com uma potência total de 230 kW (312 cv) e 540 Nm de binário. Os consumos desta versão situam-se entre os 26,3 e os 21,6 kWh/100 km (ciclo WLTP).

O sistema de baterias do e-tron Sportback 50 quattro é 120 kg mais leve do que o do seu irmão mais potente, o 55 quattro. A autonomia anunciada desta versão é de 347 km (ciclo WLTP).

A velocidade máxima desta versão é de 190 km/h.

Carregamento

A Audi oferece uma opção de carregamento otimizada para utilização diária (em casa) – o e-tron connect. Já em movimento (na estrada), o e-tron Sportback pode ser recarregado num posto de carregamento e-tron Charging Service.

O sistema de carregamento móvel pode ser utilizado numa tomada doméstica de 230 volts ou numa tomada trifásica de 400 volts.

Já o sistema opcional de carregamento “connect” duplica a potência de carregamento até 22 kW (embora ainda não esteja disponível).

De série no e-tron Sportback há equipamento de carregamento que admite potências até 11 kW de base.

Durante o carregamento a 11 kW, quando a capacidade da bateria é inferior a 85%, a Audi garante que cada hora de carga equivale a 33 km de autonomia. A 11 kW, a bateria demora sete horas a ficar com 85% da sua carga.

Para carregamento em casa particular com instalação elétrica monofásica, a Audi assegura dois carregadores portáteis. Um deles com ficha “Schuko” que carrega a 2,3 kW (40 horas para carga completa da bateria). O outro carregador já requer a instalação de uma ficha industrial monofásica, que permite carga até uma potência de 7,2 kW.

Além disso, o proprietário do e-tron pode ainda adquirir um cabo Tipo 2 (Mennekes) para utilizar em pontos de carregamento públicos com estas ligação.

O e-tron Sportback permite ainda carregamento com corrente contínua (DC) até 150 kW.

e-tron Sportback

e-tron Charging:

  • Mais de 120 mil postos de carregamento públicos na Europa
  • Através da utilização de um cartão único o condutor do e-tron Sportback pode aceder a todos os postos de carregamento públicos ligados à rede MOBI.E, sejam eles de corrente alterna ou contínua, de 11 kW a 150 kW
  • O cliente tem de se registar no portal myAudi e fazer um contrato individual
  • Futuramente, a Audi disponibilizará a função Plug & Charge, que eliminará a necessidade de possuir um cartão; o automóvel autorizará o carregamento e faz ele mesmo o desbloqueio do ponto de carregamento

Galeria de imagens