“Vivemos hoje tempos únicos e imprevisíveis em que as empresas devem ser proactivas, resilientes e ágeis na gestão dos seus negócios e é com esse objetivo que mantivemos sempre um contacto próximo com os nossos clientes com que temos ‘reunido’, claro que através de formatos diferentes. Uma proximidade que sempre caracterizou a ALD Automotive, que tem dado cada vez mais preferência à era digital. O website corporativo, o uso de comunicações direcionados para questões concretas, assim como a página de Linkedin, têm servido para partilhar com todos os ‘stakeholders’ o nosso plano de ação”, começa por afirmar Nuno Jacinto, diretor comercial da ALD.

Para isso, prossegue, “implementámos desde cedo e como uma prioridade, as medidas necessárias para assegurar a continuidade do negócio e a saúde e segurança dos colaboradores e clientes. Neste contexto sem precedentes, medidas sanitárias e de distanciamento, divisão de equipas e teletrabalho estão em vigor para a redução de qualquer risco de contaminação. Embora a situação imponha elevadas restrições, continuamos a prestar assistência e a suportar a mobilidade dos nossos clientes, mesmo durante este período desafiador e de maiores dificuldades”, garante Nuno Jacinto.

O grau de prontidão e resposta dos clientes em relação ao serviço sofreu alterações?

Permanecer próximo e garantir a manutenção dos serviços, e antecipar o novo panorama em termos de mobilidade. Dois compromissos que assumimos para com os nossos clientes e que temos vindo a alcançar. Os nossos “escritórios virtuais” estão a funcionar de forma eficiente, num apoio, compromisso, dedicação e responsabilidade únicos por parte dos nossos colaboradores.

 Sabemos que os nossos clientes terão que tomar decisões para minimizar o impacto nos seus negócios, enfrentando os desafios imediatos da crise e avançando com melhorias estruturais de forma a estarem preparados para a próxima fase, pós-crise. É do conhecimento, que o setor automóvel foi diretamente impactado, criando possivelmente problemas de fornecimento e incerteza de preços.

Por isso, novas medidas de controlo de custos serão presumivelmente implementadas dentro de cada organização, acrescendo aos desafios já preexistentes e ambiciosos que se irão manter, como a Responsabilidade Social Empresarial (RSE).

A melhor forma de dissipar esses possíveis impactos é começar hoje, por planear e preparar o plano de recuperação de mobilidade dos nossos clientes. Temos disponíveis as soluções que necessitam para ajudá-los, não apenas a ultrapassar esta crise, mas a emergir mais fortes!

Que tipo de constrangimento pode existir em relação à necessidade de novas contratualizações, nomeadamente negociação e prazos de entrega da viatura?

Neste contexto, o processo de entrega de novas viaturas pode sofrer atrasos. Produção, transportes, estruturas para preparação e entrega de viaturas foram impactadas.

Devido aos constrangimentos mencionados com as novas contratualizações, os prolongamentos contratuais são uma excelente solução para os nossos clientes, que temos promovido ativamente e com grande sucesso. Desta forma, conseguimos:

  • Assegurar uma solução de mobilidade aos utilizadores a preços competitivos;
  • Evitar dificuldades no processo de renovação;
  • Adiar o processo de decisão para momentos menos conturbados.

Seja através da manutenção dos contratos atuais, seja através dos nossos serviços de aluguer flexíveis, como o ALD poolfleet, garantimos sempre a mobilidade dos nossos utilizadores e a atividade dos nossos clientes.

Que tipo de indicações estão a dar aos vossos clientes em relação às necessidades de manutenção e/ou troca de pneus?

A nossa rede de fornecedores manteve-se operacional em 90% das oficinas, apesar de poder apresentar nalguns casos algumas limitações de horário ou de serviço.

Uma vez que os pedidos dos clientes tiveram uma quebra de 70%, não vimos necessidade de criar nenhuma limitação nem dar alguma recomendação especial, pois a capacidade instalada era mais que suficiente para a procura.

O que fizemos foi atualizar a informação permanentemente na nossa Linha de Apoio ao Condutor para que nada faltasse aos nossos clientes.

E em caso de acidente, incluindo a disponibilidade de viatura de substituição?

Também aqui se verificou uma redução de 70% no número de acidentes. Houve alguns atrasos suplementares na distribuição de peças, mas nada que impedisse o normal funcionamento desta atividade.

No caso dos Rent a Car não sentimos qualquer tipo de constrangimento.

Como estão a fazer as terminações de contrato, nomeadamente em relação à entrega da viatura?

Em Lisboa mantivemos os nossos parques de recolha em pleno funcionamento.

No Porto tivemos que encontrar uma alternativa ao parque que utilizávamos, mas no espaço de poucos dias conseguimos ter o serviço a funcionar em pleno.

Manuel de Sousa, diretor-geral da ALD Automotive Portugal: “as empresas são obrigadas a um esforço maior para ter carros”

Como sentem que os vossos clientes estão a enfrentar a situação?

Apesar desta situação afetar todas as empresas, podemos constatar que os setores estão a ser impactados de forma diferente (uns com mais força do que outros). No entanto e apesar das diferenças mencionadas, todos sentem:

  1. Necessidade de manutenção das formas de mobilidade;
  2. Adiamento nos processos de decisão relativamente à troca/mudança de viaturas;
  3. Reavaliação das políticas ao nível das viaturas e dos serviços, curiosamente sem grande impacto na transição energética;
  4. Otimismo quanto ao regresso a uma atividade “normal”.

Por isso, podemos de forma generalizada afirmar que tem havido uma boa reação por parte dos clientes, que se mostram recetivos às soluções apresentadas e a novos recursos que lhes possam trazer nesta fase, rapidez de entrega, benefícios e flexibilidade contratual, como é o caso do novo produto ALD 2life, para o Renting de viaturas usadas.

Mesmo à distância, continuamos a trabalhar para apresentar as soluções de mobilidade mais adequadas aos nossos clientes.

A nova modalidade de Renting para viaturas usadas apresenta-se como a solução de mobilidade flexível, que permite ao cliente aceder a ofertas competitivas, através de uma seleção cuidada de veículos semi-novos de diferentes segmentos.

Pensado em tudo, o cliente opta por uma escolha digital, acendendo a todas as ofertas no website corporativo da ALD Automotive, com a entrega das viaturas nas nossas instalações ou num local indicado pelo cliente.

E como a própria gestora está a enfrentar a situação?

Para enfrentar esta pandemia e contribuir, entre todos, para superar a crise, estamos focados no nosso plano estratégico e de solidariedade, fornecendo soluções e garantindo a continuidade dos negócios dos nossos clientes, mas também dos parceiros e fornecedores da ALD, através de uma resposta responsável e solidária com todos aqueles com quem trabalhamos.

 Decidimos apoiar os nossos fornecedores cumprindo escrupulosamente com os nossos deveres, implementando uma série de medidas económicas para facilitar os prestadores de serviços com garantias de segurança, garantindo os pagamentos nos prazos acordados. Só assim conseguiremos evitar qualquer tensão de liquidez que possa interferir ou impedir o desenvolvimento das suas atividades.

Sem nunca esquecer a comunidade local, respondemos ao apelo lançado pela Comunidade Vida e Paz. Para que esta organização possa continuar a prestar apoio à população em situação de sem-abrigo, ou em situação de vulnerabilidade social, foram disponibilizados alguns veículos de forma gratuita, por forma a atender às suas necessidades de mobilidade e logística, assim como de quem na linha da frente para garantir a distribuição de bens alimentares e refeições a um grupo de população mais carenciada da comunidade local, bastante afetada neste período de crise e de emergência sanitária e social provocada pela pandemia COVID-19.