Conforto e eficácia

Eficiente a consumir e com um desempenho que surpreende dentro e fora do alcatrão, tem versões que ficam dentro do 1.º escalão da Tributação Autónoma para empresas e é sempre Classe 1 nas portagens

Possui os ingredientes necessários para ser um sucesso: estética, espaço interior de sobra, motor eficiente e um conforto que rivaliza com o de qualquer berlina, até mesmo quando o levamos a passear fora do alcatrão liso e regular das auto-estradas. E, ao contrário da tendência atual para linhas angulosas, a silhueta deste carro tem também algo de voluptuoso e envolvente.

A Citroën acredita que, muitos dos que agora se deixam tentar por um SUV, não pretendem abdicar do lado prático, do conforto e do espaço de um carro mais familiar. Por isso trabalhou o interior: revestimento agradável ao toque e ao olhar, bancos dianteiros largos, com textura envolvente que convidam a viajar e um lado prático e funcional reforçado com um volumoso porta-luvas e por uma não menos grande caixa refrigerada colocada ao centro. Além de três assentos individuais traseiros que, por deslizarem 15 cm sobre calhas, permitem variar a capacidade da mala entre 580 e uns extraordinários 720 litros.

Citroën C5 Aircross Hybrid com preços desde 43.797 euros

Partindo da base mecânica do Peugeot 3008, o grupo PSA deu ao C5 Aircross  o toque revolucionário que faz toda a diferença em termos de conforto, insonorização e desempenho: a suspensão de batentes hidráulicos progressivos, que resulta simplesmente bem sobre qualquer tipo de piso e condução, apesar do centro de gravidade mais elevado deste carro.

Porém, aquilo que verdadeiramente liga o condutor à máquina é a condução. Ao contrário do Peugeot 3008, de onde provém parte da mecânica, não se espere encontrar o mesmo apelo dinâmico, enquanto a visão dos instrumentos e o comando das funções parecem ser, se assim pudermos afirmá-lo face à digitalização que também impera, mais “convencionais”. Embora seja possível alterar o tipo e a forma como surgem as informações atrás do volante, enquanto os comandos de climatização, por exemplo, continuem irritantemente a ser controlados a partir do ecrã tátil central. Para tornar mais fácil o acesso existe um conjunto adicional de botões para as funções mais utilizadas, menos prático, porém, do que o sistema de teclas do Peugeot 3008.

Impressões

Com o motor diesel 1.5 BlueHDi de 130 cv, no caso da versão ensaiada com transmissão automática de oito velocidades, esta versão evidencia um carro desenhado para quem aprecia uma condução tranquila, eficiente e familiar.

Contudo, também suficientemente versátil para algumas ocasiões de lazer. porque os que acham que um SUV serve apenas para subir passeios nunca vão poder descobrir até onde este carro consegue ir fora do alcatrão: com 23 cm de distância ao solo e a ajuda do ‘Grip Control’, um sistema que aumenta a motricidade em função de diferentes tipos de piso, desde lama e areia a neve, bem conduzido, o Citroën C5 Aircross é capaz de ir até onde outros SUV não conseguem. Apesar de contar apenas com tração dianteira.

Galeria de imagens

Preço, rendas, consumo e motor

  • Custo de aquisição:

26.893 euros

  • Rendas

686,62 euros (36 m)

631,72 euros (48 m)

  • Consumo médio e emissões:

5,3 l / 100Km

138 gCO2/km

  • Dados do Motor:

Diesel, 4 cilindros / 1.499 cc

130 / 3.750 cv/rpm

300 / 1.750 Nm/rpm

(*) Valores LEASEPLAN. Quilometragem anual contratada: 30.000 kms – Serviços incluídos: aluguer/iuc/ seguro (franquia 4%)/manutenção/ gestão de frota/ pneus ilimitados/ veículo de substituição – quilometragem técnica máxima: 200.000 kms