Já está disponível para comercialização e é a grande novidade da Mazda para este ano – o MX-30. Trata-se de um SUV 100% elétrico que partilha a mesma insígnia MX que o desportivo MX-5 e que surge da necessidade da marca japonesa em criar novos e mais sustentáveis valores no mercado.

O MX-30 representa o novo desafio que a Mazda tem em mãos: o seu primeiro veículo elétrico a bateria (BEV) de produção em série. A marca diz que espera, com a introdução deste BEV no mercado, iniciar um novo capítulo na sua história.

Para as empresas, a marca anuncia um preço de 29.268 euros sem IVA, permitindo ao cliente profissional beneficiar da inexistência de taxa de Tributação Autónoma para este tipo de veículo, além de estar isento do pagamento de IUC. Visto tratar-se de um BEV, todas as despesas são 100% elegíveis.

A marca preparou ainda uma oferta equivalente ao apoio ambiental de 3.000 euros (pensada igualmente para empresas e para particulares), reduzindo ainda mais o preço de aquisição do MX-30.

mazda mx-30

A Mazda é clara nos seus objetivos a dez anos: reforçar a sua gama de SUV e eletrificar 95% da sua gama. Os restantes 5% serão preenchidos por soluções BEV. Ao mesmo tempo, manter a oferta alargada na direção premium, completa Luís Morais, Managing Director da Mazda em Portugal.

E porque o foco está na eletrificação, o Mazda MX-30 procura cumprir à risca o compromisso que assumiu com o meio ambiente e a sustentabilidade. No interior, toda a consola central flutuante e os materiais que a constituem foram concebidos para minimizar o impacto ambiental, por exemplo. “Todos os materiais foram projetados para serem sustentáveis e de baixo impacto”, diz a marca.

“O Mazda MX-30 quer trazer algo diferente e entregar um novo sabor ao mercado”
– Jorge Loução, Motorconsult

e-Skyactiv a bordo

Declaração de interesses da marca: as viaturas podem coexistir de forma saudável com o planeta e a sociedade. A Mazda traduz, nesta declaração, o seu empenho no abraçar, enfrentar e resolver os novos desafios do automóvel.

mazda mx-30

O novo MX-30 introduz uma nova tecnologia de propulsão elétrica. Com um motor elétrico com 107 kW (145 cv) e capaz de debitar um binário máximo de 270,9 Nm, este BEV de tração dianteira regista consumos de 19 kWh/100 km, graças a uma bateria de iões de lítio de 35,5 kWh capaz de proporcionar, quando carregada, 265 km de autonomia em cidade. A autonomia de condução desce para os 200 km quando é efetuada uma condução mista.

A Mazda desenvolveu o seu próprio conceito de “Pedal Motor”, especificamente para o MX-30. Esta é uma evolução do pedal do acelerador tradicional que reduz o tempo de resposta do veículo às solicitações do condutor.

Além disso, a marca criou um feedback auditivo relativo ao desenvolvimento do binário. À medida que a velocidade aumenta, o veículo emite um som, ainda que discreto, semelhante ao do acelerar de um motor a combustão, ajudando assim o condutor a controlar, subconscientemente, a velocidade do MX-30 com maior precisão.

Tempos de carregamento

O novo Mazda MX-30 possui um carregador interno de 6,6 kW. Pode ser carregado com recurso a potência AC até aos 6,6 kW ou em modo de carregamento rápido DC.

Suporta 125 A de carga DC quer com o CHAdeMO ou o COMBO, fornecido de série.

Utilizando potência AC, as baterias do MX-30 podem ser carregadas de 20% a 80% em três horas. Já utilizando potência DC, o tempo de carga pode ser reduzido até 36 minutos.

mazda mx-30

Condução elétrica

O pedal do acelerador do sistema e-Skyactiv recorre ao seu próprio sistema de controlo de binário do motor elétrico, para perceber a velocidade e o controlo de postura do veículo desejados, tendo por base a quantidade de aceleração e desaceleração pretendida pelo condutor.

O sistema avalia o curso do pedal, bem como a velocidade de ação do condutor sobre o mesmo. Desta forma, a transição gradual do binário facilita a manutenção da velocidade do veículo quando o condutor opera o pedal lentamente. Se levantar o pé do pedal, o sistema monitoriza a velocidade e controla a resposta da desaceleração da força G aplicada.

A instalação de patilhas no volante nada tem a ver com passagens de caixa de velocidades. Tratam-se de patilhas que permitem que o condutor ajuste as características do binário da mecânica e o nível de regeneração de energia que é aplicado sempre que o pedal do acelerador não é pressionado e aquando da travagem.

Estas características podem ser ajustadas através de cinco configurações selecionáveis através destas patilhas: dois níveis para cima e dois níveis abaixo do modo de condução “D”, impactando tanto nas posições do pedal do acelerador pressionado e aliviado.

Mazda CX-30. Maior, mas com preço de lançamento ao nível do CX-3

Design interior sustentável

A marca diz ter apostado na utilização de materiais que “demonstram maior respeito pela conservação ambiental, mantendo, simultaneamente, um equilíbrio entre sustentabilidade, utilização de materiais selecionados, conforto, montagem e acabamentos”.

As portas freestyle são uma das principais características deste SUV. Permitem uma configuração interior que “dá a sensação de envolver os ocupantes da forma mais confortável possível”, diz a marca. Esta característica permite utilizar os revestimentos das portas laterais nos bancos traseiros, criando um apoio de braço para os ocupantes.

Sem pilar central, as portas dianteiras do MX-30 abrem num ângulo máximo de 82 graus, sendo que as portas traseiras abrem para trás, num ângulo máximo de 80 graus. O acesso e saída quer dos bancos dianteiros quer dos bancos traseiros é assim facilitado, bem como as operações de carga e descarga. E por falar em carga, a bagageira possui 366 litros de capacidade.

A consola central flutuante, posicionada de forma independente do tabliê e dos componentes internos circundantes, inclui um touchscreen de sete polegadas para controlo do ar condicionado (uma estreia na marca) e proporciona mais espaço de arrumação para os ocupantes da frente.

mazda mx-30

O MX-30 mantém o mesmo ecrã central de 8,8 polegadas, montado no topo do tabliê, utilizado nos Mazda3 e CX-30.

O habitáculo emprega as mais recentes evoluções de design da marca, que apostou num ambiente espaçoso e aberto e recorreu a diversos materiais ecológicos para fazer jus ao conceito de design “Human Modern” da marca. Exemplo disso mesmo é o recurso a alguns elementos de cortiça (que resulta do excedente da produção de rolhas para garrafas) em secções da bandeja da consola central, bem como nas pegas das portas.

Também a zona superior das portas foi revestida com um tecido reciclado concebido exclusivamente para o efeito. Feito a partir de garrafas PET recicladas, este tecido permite reduzir (ainda mais) a pegada ecológica do MX-30.

Galeria de imagens

Conectividade

O MX-30 apresenta a mais recente versão do sistema Mazda Connect, que inclui melhoramentos ao nível da velocidade de inicialização e qualidade de imagem e som, por exemplo. Tal como já era comum nos outros modelos da marca, a compatibilidade com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto é de série.

Ao nível da interatividade com o veículo, a Mazda aposta na nova app MyMazda, que permite, entre outras funções:

  • Configuração remota do processo de carregamento
  • Indicação de autonomia
  • Estado da bateria
  • Mensagens de aviso de bateria fraca
  • Busca de postos de carregamento com redirecionamento da informação para o sistema de navegação do veículo
  • Controlo remoto do ar condicionado (incluindo ventilação do pára-brisas e aquecimento do óculo traseiro)
  • Controlo remoto do sistema de fecho central de portas
  • Estado do veículo (pressão dos pneus, trancagem das portas, mensagens de aviso e assistente de navegação Send Route to Car)

Segurança ao volante

No que respeita à prevenção de acidentes, a Mazda propõe as seguintes tecnologias i-Activsense:

  • Smart Brake Support (SBS) com Turn-Across Traffic
  • Smart Brake Support rear (SBS-R)
  • Smart Brake Support rear crossing (SBS-RC)

Quanto a alertas de potenciais perigos na Estrada, o condutor do MX-30 tem à disposição:

  • Adaptive LED Headlights (ALH)
  • High Beam Control (HBC)
  • 360º View Monitor
  • Front Cross Traffic Alert (FCTA)
  • Blind Spot Monitoring (BSM)
  • Rear Cross Traffic Alert (RCTA)
  • Lane Departure Warning System (LDWS)
  • Lane-keep Assist System (LAS)
  • Emergency Lane Keeping com Road Keep Assist
  • Emergency Lane Keeping com Blind Spot Assist

No apoio ao condutor:

  • Traffic Sign Recognition System (TSR)
  • Intelligent Speed Assistance (ISA)
  • Driver Attention Alert (DAA)
  • Driver Monitoring
  • Mazda Radar Cruise Control (MRCC)
  • Cruising & Traffic Support (CTS)