A Power Dot, através de uma parceria com a Uber, vai criar uma rede exclusiva de postos de carregamento rápido em França. A Power Dot entra assim em mercados internacionais pela primeira vez.

No final de 2020 vão ser lançados quatro Power Hubs de carregamento elétrico em Paris. Cada hub terá a capacidade para carregar simultaneamente entre quatro a seis veículos elétricos (VE) e destinar-se-á exclusivamente a condutores que trabalhem com a Uber.

A capacidade diária de carga será de mais de 600 veículos por dia e serão, segundo estimativas da Power Dot, poupadas mais de 5.700 toneladas de CO2 por ano. A empresa diz que a tarifa de utilização vai variar entre 0,20 e 0,24 euros por minuto de carregamento, incluindo já as taxas de estacionamento.

Uber junta-se à Renault e à Nissan para eletrificar as suas viagens na Europa

Além da conveniência de carregamento criada para os motoristas que utilizam as licenças de veículos com condutores (TVDE), serão instaladas funcionalidades como wi-fi e café nos hubs.

José Sacadura, CEO da Power Dot, considera esta parceria com a Uber um passo importante no processo de internacionalização da empresa. “Estamos alinhados com o compromisso global da Uber em tornar-se numa plataforma de mobilidade com zero emissões até 2040 e empenhados em contribuir para criar as condições necessárias do ponto de visa de infraestruturas (…) no sentido de acelerar a eletrificação do sector automóvel europeu”, diz o responsável.

Manuel Pina, diretor-geral da Uber em Portugal, por sua vez, diz que a parceria que a Uber e a Power Dot celebraram em Portugal “foi uma das principais parcerias deste tipo a nível mundial”.

Atualmente há três hubs Power Dot em Portugal, criados a propósito da parceria com a Uber, no distrito do Porto (Maia, Bonfim e Bessa) e três no distrito de Lisboa (Aeroporto, Doca de Santo Amaro e Entrecampos).