A Hyundai apresentou o novo Tucson, o SUV compacto que oferece uma gama eletrificada que compreende versões híbrida, híbrida plug-in e mild-hybrid de 48V. Com a sua chegada, e das suas três opções eletrificadas, o novo Tucson completa a eletrificação da gama de SUV da marca na Europa.

A quarta geração do modelo mais vendido da marca (com mais de sete milhões de unidades vendidas em todo o mundo desde 2004) chega ao mercado com um novo design e reafirmando o compromisso da marca sul-coreana com a mobilidade limpa e sustentável.

A propósito da apresentação do novo Tucson, Michael Cole, presidente e CEO da Hyundai Motor Europe, salientou que a Hyundai “é a marca com a gama mais ampla de motorizações eletrificadas que abrange motorizações mild-hybrid de 48V, híbridas, híbridas plug-in, elétricas e fuel cell”.

Este é um lançamento-chave para a marca que, nas palavras do seu CEO, oferece agora versões eletrificadas em toda a sua gama SUV. “O novo Hyundai Tucson permanecerá um dos principais produtos da Hyundai na Europa”, diz Cole.

Eletrificado. Mas não só.

Com três variantes eletrificadas e dois motores de combustão interna com quatro opções de transmissão, a marca crê ter alcançado “todos os tipos de condutor”.

Pensado – e com esse compromisso assumido – para reduzir as emissões de CO2, o novo Tucson, com garantia de sete anos sem limite de quilómetros, pode ser movido pelas versões:

Híbrida
Motor 1.6 T-GDI, com um motor elétrico de 44,2 kW e uma bateria de polímeros de iões de lítio de 1,49 kWh. Equipado com uma caixa automática de seis velocidades (6AT), disponível com tração dianteira ou integral, este é o sistema mais potente da nova gama de motorizações do novo Tucson, com uma potência combinada de 230 cv e 350 Nm de binário.

Mild-hybrid de 48V
Disponível em três opções diferentes:

  • 1.6 T-GDI com 150 cv e tração dianteira
  • 1.6 T-GDI com 180 cv e opção de tração integral
  • 1.6 CRDi com 136 cv com opção de tração integral

A versão 1.6 T-GDI de 150 cv estará disponível com caixa manual inteligente de seis velocidades (6iMT) e poderá ser equipada (como opção) com a caixa de dupla embraiagem de sete velocidades 7DCT. Já a versão 1.6 T-GDI de 180 cv será fornecida com a caixa iMT de seis velocidades e tração dianteira, para além da opção de caixa 7DCT com tração integral. Por fim, a versão 1.6 CRDi de 136 cv vem equipada com a caixa 7DCT.

Híbrida plug-in
A marca não revela, para já, muitos detalhes acerca desta motorização, mas garante que será equipada pelo motor 1.6 T-GDI com 265 cv. Mais detalhes acerca desta versão só em 2021, por altura do seu lançamento.

Gasolina
Um bloco 1.6 T-GDI de 150 cv, caixa manual de seis velocidades com tração dianteira ou integral.

Diesel
Um motor 1.6 CRDi com uma potência de 115 cv e caixa manual de seis velocidades com tração dianteira.

Battery as a Service: Hyundai e SK Innovation querem promover leasing e aluguer de baterias

Galeria de imagens

O Tucson está mais espaçoso

É o que diz a marca, que diz que a plataforma do novo Tucson ofere um espaço interior amplo que assegura conforto e espaço aos ocupantes normalmente reservado para as gamas superiores.

Quando comparado com a anterior geração, o novo Tucson está mais comprido em 20 mm, mais largo em 15 mm e tem uma distância entre eixos 10 mm maior. Estas alterações garantem aos passageiros da segunda fila mais 26 mm de espaço para as pernas – espaço conseguido tanto para os modelos híbridos como para os ICE, devido à colocação da bateria sob os bancos traseiros.

Relativamente ao espaço da bagageira, foi aumentado em 33 litros até 107 litros, dependendo da versão e da motorização. O novo Hyundai Tucson oferece até um total de 620 litros de capacidade de bagageira com os bancos na vertical e até 1.799 litros com os bancos rebatidos.

Segurança ativa ao volante

O novo Hyundai Tucson está equipado com um conjunto melhorado de sete airbags, com um novo airbag lateral na linha central na primeira fila que evita que os passageiros da primeira fila colidam um com o outro em caso de acidente. No caso de os aribags serem insuflados em situação de impacto frontal ou lateral, o sistema de travagem multicolisão aplica automaticamente os travões de emergência para reduzir o risco de colisões secundárias ou múltiplas.

No que respeita à assistência à condução Hyundai SmartSense, estão disponíveis no novo Tucson os seguintes sistemas:

  • Travagem Autónoma de Emergência com função de deteção de carros, peões e ciclistas (FCA)
  • Alerta de Arranque do Veículo Dianteiro (LVDA)
  • Assistência à Condução em Autoestrada (HDA)
  • Cruise Control Inteligente em Curva (NSCC-C) com base no sistema de navegação
  • Sistema de Informação da Velocidade Máxima (ISLA)
  • Radar de Ângulo Morto (BCA)
  • Saída do Veículo em Segurança (SEW)
  • Sistema Remoto de Estacionamento Automático (RSPA)
  • Câmara 360 graus (SVM – Surround View Monitor)
  • Monitorização do Ângulo Morto (BVM)
  • Alerta de Passageiros nos Bancos Traseiros (ROA)
  • Assistência de Acompanhamento da Faixa de Rodagem (LFA)
  • Sistema de Manutenção à Faixa de Rodagem (LKA)
  • Alerta de Fadiga do Condutor (DAW)
  • Alerta de Tráfego na Retaguarda do Veículo (RCCA)
  • Sistema de Controlo Automático dos Máximos (HBA)

Conforto a bordo – Suspensão de Controlo Eletrónico

É uma das novidades do recém-chegado Tucson. Desenvolvido e testado na pista europeia de Nürburgring Nordschleife, o novo Hyundai Tucson pode ser configurado com dois sistemas de suspensão que oferecem amortecimento adaptativo e convencional para o tipo de condução pretendido.

As Suspensões de Controlo Eletrónico (ECS) instaladas no novo Tucson permitem alcançar maior versatilidade na estrada. Para as deslocações diárias, em modo Normal ou Eco, o desenvolvimento deste sistema centrou-se no conforto e na estabilidade de condução. O ECS controla automática e continuamente a suspensão do veículo para maximizar o conforto a bordo. Durante a rodagem, o ECS analisa a velocidade, a superfície da estrada, as curvas e os requisitos de travagem e de aceleração. Ao controlar a força do amortecimento de cada roda, o sistema reduz os movimentos de rotação e de afundamento, bem como os movimentos verticais de carroçaria.

Hyundai aumenta autonomia do Kauai Electric para 484 km

Conectividade e tecnologia

O habitáculo duplo digital do Tucson pode ser totalmente configurável e consiste num novo cluster de 10,25 polegadas e um ecrã AVN-T com as mesmas dimensões.

Os serviços de conectividade Bluelink de última geração são fornecidos com o sistema de infotainment de 10,25 polegadas. O condutor do Tucson beneficia assim dos serviços ‘Connected Routing’, ‘Last Mile Navigation’ e uma nova funcionalidade de Perfil de Utilizador.

Através da app Bluelink, o condutor do novo Hyundai Tucson pode localizar o veículo, trancá-lo e destrancá-lo à distância, bem como verificar parâmetros indicadores como é o caso do nível do combustível, por exemplo.

É possível a integração dos sistemas Apple CarPlay e Android Auto, que permitem aos utilizadores a utilização espelhada dos seus smartphones no ecrã do habitáculo.

Os primeiros modelos do novo Tucson (híbrido, diesel e gasolina, incluindo a versão mild-hybrid de 48V) chegam aos concessionários europeus da marca no final deste ano.