Agosto não foi um mês particularmente forte nas matrículas europeias de ligeiros de passageiros. O recuo de cerca de 18% na Europa dos 27 suspendeu a tendência positiva de registos que se vinha a verificar desde maio. Também no acumulado se verificou uma queda de dois dígitos (-32,0%), naquele que é já o resultado mais baixo da última década.

Felipe Munoz, analista global da JATO Dynamics, empresa que analisa dados e tendências do mercado automóvel responsável pelos dados seguintes, refere que ainda é cedo para utilizar a palavra “recuperação”; os resultados de agosto mostram, segundo o analista, que ainda há muito a ser feito na indústria para que tal aconteça.

BEV já representam 5% das matrículas de ligeiros de passageiros em Portugal. Tesla Model 3 foi o elétrico mais matriculado nos primeiros oito meses do ano

20% de eletrificação

Em agosto, um em cada cinco ligeiros de passageiros matriculados na Europa foi uma solução eletrificada. Os veículos elétricos foram a tábua de salvação da indústria durante o oitavo mês do ano. Foram matriculados 188.700 veículos eletrificados, o que representou um aumento de 121% quando comparado com o período homólogo de 2019.

Para Munoz, a pandemia apresentou, ainda assim, uma mudança “positiva” – agora, mais do que nunca, os consumidores estão a mudar das soluções térmicas para veículos de baixas emissões, apesar, ainda assim, do seu custo.

Em agosto, os híbridos representaram 49% das matrículas de eletrificados, com o seu volume a ter aumentado em 86% (muito devido às tecnologias mild-hybrid apresentadas por diversos fabricantes).

Os veículos 100% elétricos seguem também a tendência de crescimento, com 48.800 unidades matriculadas – um crescimento de 111% relativamente a agosto de 2019. Renault (+112%), Hyundai (+107%), Volkswagen (+97%) e Kia (+397%) são os principais responsáveis por este aumento.

Quanto aos híbridos plug-in, foram matriculadas 44.700 unidades. O Ford Kuga é um dos principais responsáveis pelo aumento de 283% no mês de agosto.

SUV continua a ganhar terreno

Os SUV continuam a ser o tipo de veículo mais procurado pelos clientes europeus. No mês passado, quatro em cada dez veículos matriculados na Europa foram SUV – 358.100 unidades.

A procura por SUV compactos foi maior. O Peugeot 2008, o Renault Captur e o Volkswagen T-Roc foram os mais bem sucedidos veículos desta categoria.

No que respeita a modelos, o Volkswagen Golf lidera o grupo, com perto de 22.400 unidades matriculadas em agosto. Mas são os grupos PSA e Renault que se apresentam como concorrentes à hegemonia alemã, colocando seis veículos no top 10 de ligeiros de passageiros registados no oitavo mês do ano na Europa.