O SEAT Tarraco passou a contar com uma versão de 2,0 litros TDI de 150CV DSG com tração dianteira (anteriormente a transmissão automática só estava disponível para 4Drive) e recebeu também uma variante “FR”, com características mais dinâmicas de estilo e comportamento.

A configuração mais desportiva da suspensão, chassis, direção e das especificações do motor (DCC, Adaptive Chassis Control), veio conferir ao SUV espanhol uma nova postura da condução. O DCC está ainda ajustado para combinar esta atitude com o potencial oferecido pela  tração às quatro rodas, 4Drive.

O visual mais atraente da versão “FR” está bem identificada na traseira, com uma iluminação LED diferenciada e nova designação da marca e do modelo, concorrendo ainda uma grelha frontal específica, as jantes de 20” e as proteções nas cavas das rodas para uma postura mais afirmativa.

Interiormente, os pormenores de estilo mais evidentes centram-se nos bancos desportivos, no volante e nos pedais em alumínio.

O sistema de info-entretenimento de 9,2” foi igualmente atualizado, contendo funcionalidades novas e níveis maiores de conectividade e interação.

O Tarraco foi ainda beneficiado com a integração de sistemas avançados de assistência à condução.

Motor 2.0 TDI de 150 cv com caixa de velocidades automática DSG

Até agora, quando equipado com um motor TDI, o Tarraco estava disponível somente em tração dianteira com caixa manual ou em 4Drive com caixa DSG.

Com o motor 2.0 TDI 150 cv DSG associado à tração dianteira, o SEAT Tarraco incrementa o seu potencial para frotas.

De realçar que, apesar de se tratar de um SUV e de dispor de cinco ou de sete lugares, é sempre Classe 1 nas portagens nacionais.

O motor de 1.968 cc com 150 cv de potência entre 3.000 e 4.200 rpm, debita um binário de 360 Nm. As emissões CO2 registadas em WLTP variam entre os 140 e as 157 g/km, para um consumo de 5,4 a 6,0 litros/100 km.

O sistema de tração integral 4Drive, permite selecionar dois modos extra – Offroad e Snow – além dos quatro perfis de condução – Eco, Normal, Sport e Individual – das versões com tração dianteira.

ENSAIO: SEAT Tarraco 2.0 TDI Style 150 cv

SEAT Tarraco plug-in chega em 2021

A solução plug-in aplicada em diferentes modelos do grupo (como o VW Passat GTE) ou da marca (SEAT Leon PHEV) vai ser utilizada para o primeiro SUV electrificado do construtor espanhol.

O coração do sistema eletrificado assenta na articulação híbrida entre um motor a gasolina de 1,4 litros, de 150 cv, em conjugação com um motor elétrico de 116 cv, traduzindo uma potência total de 245 cv e um binário de 400 Nm.

A alimentar este último, uma bateria de lítio de 13 kWh, recarregável por ficha externa, deverá permitir rodar cerca de 50 km em modo inteiramente elétrico.