A Câmara Municipal de Coimbra, juntamente com a Mobi.E, formalizaram um protocolo de parceria relativo à instalação e exploração de um hub de carregamento de veículos elétricos em Coimbra.

O hub, que vai permitir a utilização de 18 veículos em simultâneo, vai ficar localizado na confluência da Av. Mendes Silva e das ruas Pedro Nunes e Garcia da Orta, junto à Oficina Municipal de Teatro, à Casa Municipal de Proteção Civil e ao Instituto Superior de Engenharia de Coimbra.

Este hub será constituído por nove postos:

  • Um de carregamento ultrarrápido (150 kW)
  • Três de carregamento rápido (50 kW)
  • Cinco de carregamento normal (22 kW)

Manuel Machado, presidente da CM Coimbra, diz que “a mobilidade elétrica é uma prioridade” da cidade, daí o protocolo para a criação deste hub de carregamento de veículos elétricos.

EDP, GALP, KLC e Power Dot vencem Concessão da Exploração da Rede Piloto Mobi.E

Já segundo Luís Barroso, presidente da Mobi.E, o novo hub estará em funcionamento durante o primeiro semestre de 2021. Para o responsável da Mobi.E, este investimento “vai permitir aumentar muito a capacidade de carregamento da mobilidade elétrica (…) das nossas cidades”.

Os custos da instalação serão suportados pela Mobi.E, que procederá depois ao lançamento de um concurso público que vista encontrar uma concessão para exploração, operação e manutenção do hub, durante dez anos, a um operador de pontos de carregamento.

À CM Coimbra está imputada a responsabilidade de disponibilizar 18 lugares de estacionamento à superfície para serem afetos ao hub, bem como a fiscalização de situações de estacionamento indevido ou abusivo no local.

A medida está integrada no Programa de Estabilização Económica e Social aprovado pelo Governo.

A 1 de julho de 2020 terminou o período transitório da rede Mobi.E e iniciou-se o pagamento dos carregamentos nos Postos de Carregamento Normal (PCN) de acesso público.