O novo Leon a gás natural (TGI) é a mais recente evolução da SEAT.

A nova versão Leon TGI junta-se assim à gama de motorizações já existente: gasolina (TSI), diesel (TDI), mild-hybrid (eTSI), híbrido plug-in (e-HYBRID).

Esta nova versão do Leon está assim equipada com um bloco 1.5 TGI alimentado por três depósitos para gás natural comprimido (GNC) com uma capacidade total líquida de 17,3 kg.

O motor debita 130 cv de potência e 200 Nm de binário máximo, sendo que a autonomia proposta pela marca chega aos 440 km.

E esta autonomia não tem de ser uma preocupação, uma vez que, no caso de se gastarem os depósitos de GNC, o sistema muda automaticamente para alimentação a gasolina – conta com um depósito adicional de nove litros.

Os consumos de gás natural anunciados pela SEAT são de 3,9 kg a 4,3 kg/100 km. Já as emissões de CO2 situam-se entre os 107 e os 118 g/km (em ciclo WLTP).

Disponível em Portugal com os níveis de equipamento Style e FR, o novo SEAT Leon TGI recebe ainda, de série, o SEAT Digital Cockpit, uma estreia na gama Leon.

O novo SEAT Leon TGI já está a ser produzido e estará disponível tanto na variante de cinco portas como na Sportstourer, com caixa manual e DSG.

SEAT Leon Edição Fiscal para fazer avançar o seu negócio

A SEAT assegura que está a explorar o desenvolvimento e utilização do bio metano renovável – extraído de resíduos orgânicos e que pode ser adicionado ao gás natural convencional ou usado na sua completa substituição.