A Renault abriu as portas da sua nova gama de comerciais ligeiros.

Para 2021, a marca prepara uma renovada oferta de veículos destinados aos profissionais composta pelos novos Kangoo Van, Express Van, Trafic Combi e SpaceClass.

A marca francesa quer responder às expectativas dos profissionais com ofertas “flexíveis, práticas e eficientes”. Palavras de Mark Sutcliffe, vice-presidente da Área de Negócios de VCL da Renault, que disse na apresentação da nova gama comercial que estes veículos assentam num dos pilares do plano Renaulution, ao acrescentarem valor aos negócios dos seus clientes profissionais.

Reflexo do compromisso da Renault com a diversidade e soluções de mobilidade feitas à medida, Sutcliffe acrescentou que a marca está agora a oferecer “uma gama alargada e renovada” e “a preparar o futuro com novos produtos e soluções elétricas e a hidrogénio”.

Feitos à medida

Os novos comerciais ligeiros da Renault assentam numa lógica de customização e adaptação às necessidades dos clientes profissionais.

No segmento das pequenas vans, a marca francesa propõe o Kangoo Van, com a inovação exclusiva denominada “Abre-te Sésamo by Renault”, e o Express Van, um compacto adaptado às necessidades mais essenciais dos profissionais.

Já no campo dos furgões médios de passageiros, a Renault apresenta o Trafic Combi e a SpaceClass (que verá chegar uma nova versão comercial ligeira no final deste ano).

Para o futuro estão ainda pensados o novo Kangoo Van E-TECH elétrico e o Master Hydrogen, dando continuidade à aposta da marca rumo às zero emissões no sector frotista.

Kangoo Van

renault comerciais ligeiros

Este minifurgão com uma frente mais afirmativa e com a capacidade de se tornar num escritório móvel traz uma novidade no seu segmento – a porta “Abre-te Sésamo by Reanult”, uma porta lateral de grandes dimensões que facilita o acesso lateral ao espaço de carga.

Com mais de quatro milhões de unidades vendidas desde 1997, não é de estranhar a aposta da Renault neste modelo que, no interior do cockpit, dispõe de um mínimo de 46 litros de arrumação e está equipado com uma docking station para smartphone (que pode ser colocada à esquerda ou direita do volante).

Destaque ainda para a abertura da porta do condutor com um ângulo de 80 graus ou o porta-luvas gaveta, com sete litros de arrumação – detalhes que vêm facilitar o acesso e o trabalho dentro da Kangoo Van.

No espaço de carga, com um volume mínimo 4,9 metros cúbicos, destaque para a Easy Inside Rack, uma proposta para acomodar itens mais compridos ao longo do topo do espaço de carga, nunca comprometendo a arrumação no piso de carga.

Galeria de imagens

Quanto a motorizações, são propostas duas versões a gasolina e três diesel:

  • Gasolina: 1.3 TCe de 100 cv ou 130 cv
  • Diesel: 1.5 Blue dCi de 75 cv, 95 cv ou 115 cv

A nova Kangoo Van poderá ser equipada com os seguintes sistemas de segurança:

  • Automatic Emergency Braking
  • Condução Autónoma de nível 2
  • Cruise Control Adaptativo com função Stop&Go
  • Lane Keeping Assistance
  • Sideway Assist
  • Permanent Rear View Assistance

Para o final do ano está prevista a chegada da Kangoo Van E-TECH – que vai suceder ao Kangoo Z.E..

Trata-se de um furgão 100% elétrico que poderá ser equipado com todas as funcionalidades das versões térmicas e que contará com um motor de 75 kW e uma bateria de 44 kWh de capacidade capaz de garantir 265 km sem ir à tomada.

A marca assegura que num posto de carregamento de 75 kW será possível carregar 80% da bateria da Kangoo Van E-TECH electric em 42 minutos.

Utilizando um posto de carregamento público de 22 kW o tempo de carga é de duas horas.

Já recorrendo a uma Wallbox de 11 kW, o tempo de carga é de quatro horas e meia e utilizando uma Wallbox de 7,4 kW, sobe a sete horas.

Renault Twingo Electric: o carro elétrico mais barato para as empresas

Express Van

renault comerciais ligeiros

“Um furgão prático, pensado para o cliente que procura eficiência”, diziam os responsáveis da Renault.

Com um espaço de carga de quase dois metros de comprimento (1,9 m), a nova Express Van apresenta um volume de carga entre 3,3 e 3,7 metros cúbicos.

Equipada com uma porta lateral deslizante, a Express Van tem uma capacidade de reboque de 650 kg (na motorização diesel) que pode ir até 780 kg na versão a gasolina.

A bordo, o espaço de arrumação é de 48 litros.

A marca destaca a possibilidade de personalização do espaço de carga, cujo piso pode ser protegido com tapete de borracha ou em madeira. As laterais desse espaço podem ser revestidas a plástico e todo o espaço está iluminado com lâmpadas LED.

Quanto a motorizações, a Renault propõe um motor a gasolina e duas versões diesel:

  • Gasolina: 1.3 TCe de 100 cv, com consumos médios de 6,7 l/100 km
  • Diesel: 1.5 Blue dCi de 75 cv ou 95 cv, com consumos médios de 5,1 l/100 km

Galeria de imagens

Furgões médios

No segmento dos comerciais ligeiros médios, a Renault reforçou o Trafic e o SpaceClass, tendo-lhes conferido um novo design, maiores níveis de segurança e melhores desempenhos.

Na agora apresentada versão Trafic Combi (para o fim do ano está prevista a versão Van), destaque para a dianteira redesenhada, que conta com iluminação full LED e um novo design.

Galeria de imagens

O espaço de carga da bagageira desta versão de 9 lugares é de 1,8 metros cúbicos.

Já a SpaceClass é um veículo pensado exclusivamente para os profissionais que procuram conforto premium e um design moderno, com vista ao transporte de passageiros em ambiente executivo.

Galeria de imagens

Quanto a motores, disponíveis quer na Trafic Combi quer na SpaceClass, a Renault preparou apenas ofertas diesel:

  • Blue dCi de 110 cv, com caixa de seis velocidades manual
  • Blue dCi de 150 cv, podendo ser equipado com caixa de seis velocidades manual ou caixa de seis velocidades automática (EDC)
  • Blue dCi de 170 cv, com caixa EDC

Renault tem novas direções de Vendas, Marketing e Comunicação em Portugal

Renault Pro+

Para complementar a sua nova gama de modelos comerciais ligeiros, a Renault está a preparar uma oferta de soluções e serviços à medida.

A Renault Pro+ procura ir ao encontro das necessidades dos seus clientes profissionais e disponibiliza soluções digitais e de conectividade “chave-na-mão”, sustentada numa rede de 626 centros e em 400 transformadores de veículos.

Considerando a futura solução elétrica Kangoo Van E-TECH, a Renault propõe soluções de carregamento para frotas, com a sua filial Elexent.

Promessas para um futuro próximo

Antes do final do ano, a marca vai apresentar o Master Hydrogen, um comercial ligeiro movido a hidrogénio.

Através da sua parceria com a Plug Power, a Renault visa atingir, até 2030, uma quota de 30% do mercado europeu entre os veículos comeciais ligeiros movidos a este tipo de energia, com soluções de carregamento para frotas de veículos elétricos ou híbridos plug-in.