Em fevereiro, a Peugeot registou o seu “melhor resultado de sempre” no mercado automóvel português.

De acordo com a marca do grupo Stellantis, foram alcançados 19% de quota de mercado em Portugal (ligeiros de passageiros e comerciais ligeiros incluídos) – um aumento de 5,7 pontos percentuais relativamente a fevereiro de 2020.

Relativamente aos ligeiros de passageiros, a Peugeot matriculou 1.581 unidades em fevereiro. A quota de mercado da marca situou-se nos 19,0%, sendo mesmo superior em mais de sete pontos percentuais relativamente ao mês homólogo de 2020.

Já quanto os comerciais ligeiros, a marca francesa registou uma quota de mercado de 18,3% (comercializou 374 unidades).

Peugeot 3008: versões plug-in mantêm benefícios fiscais

Também em termos absolutos a Peugeot conquistou uma quota de mercado de 16,3%, tendo mesmo sido a marca com mais matrículas nos primeiros dois meses do ano (3.657 unidades, sendo 2.935 delas referentes a veículos de passageiros), tendo mesmo colocado três modelos (2008, 208 e 3008) nos top 10 dos carros com mais matrículas de janeiro a fevereiro de 2021.

A marca refere a aposta na estratégia assente em plataformas tecnológicas de última geração e na renovação da sua gama de modelos como as principais razões para ter alcançado a liderança nas matrículas de ligeiros (de passageiros e comerciais) no segundo mês do ano.