Com mais de três mil viaturas em parque, a frota automóvel do Grupo EDP é uma das maiores a nível nacional. O objetivo é ter todas as viaturas ligeiras de serviço eletrificadas até 2030, um desafio nada fácil porque ainda escasseia a oferta de viaturas operacionais com tais características.

Se na sua empresa a opção é ter os carros em propriedade da empresa, não se sinta sozinho. O Grupo EDP, com uma das maiores frotas do país, acredita também nesse modelo de gestão para o seu parque automóvel.

As viaturas são geridas internamente e o nível de satisfação dos utilizadores é elevado. Mas cada carro é um carro. Gerir três mil unidades requer um grande nível de organização: manutenção, seguros, pagamento de impostos, mudanças de pneus, multas e legalização, tudo isto tem que ser gerido diretamente e por todo o território nacional. Além disso, a idade média das viaturas do grupo ronda os seis anos, altura em que a assistência das viaturas exige mais atenção.

A EDP criou uma plataforma para gestão dos pedidos de serviço em 2018, que disponibiliza os serviços de frota ao colaborador em self-service.

“Esta forma de aproximar a relação com o colaborador tem demonstrado resultados muito positivos”, diz Ana Cardoso, a atual responsável da frota do Grupo em Portugal.

Entre os resultados alcançados contam-se 95% de pedidos da frota em 2020 com um feedback positivo por parte dos colaboradores e uma percentagem idêntica dos pedidos da frota geridos dentro do tempo definido nos níveis de serviço. Este foi, aliás, um dos pontos destacados pelo júri dos Prémios Fleet Magazine para a entrega do troféu “Frota do Ano” ao grupo EDP.

Este trabalho está centralizado na EDP Global Solutions, empresa do grupo EDP responsável pelos serviços corporativos e partilhados. Esta área é responsável por adquirir e gerir todas as viaturas do Grupo EDP. O modelo de gestão prevê um alinhamento com todas as empresas do grupo, para identificar as necessidades de compra. O ciclo de vida é gerido de acordo com regras definidas e previstas na política de gestão das viaturas de serviço.

EDP vence troféu “Frota Verde” nos Prémios Fleet Magazine 2020

Sistema interno de partilha de veículo

Nestes mesmos prémios, outro fator destacado pelo júri foi a eficácia do sistema interno de partilha de veículo. O “Car Fleet Sharing” foi criado com o objetivo de melhorar a experiência dos colaboradores do grupo na reserva de viaturas partilhadas. No entanto, serve também para obter indicadores relativos à utilização das viaturas e promover a partilha da utilização das viaturas entre colaboradores da EDP.

Para utilizar, a solução está integrada numa app mobile, assim como na intranet da empresa.

“Os resultados apresentados na aplicação mostram que é privilegiada a utilização de viaturas elétricas, assim como a partilha de viagens entre colaboradores”, diz Ana Cardoso. Para o incentivar, quando o colaborador pesquisa uma viatura, é apresentada por defeito uma elétrica.

Eletrificação total até 2030

A eletrificação da frota é um ponto importantíssimo para o grupo.

O objetivo é ter todas as suas via- turas ligeiras de serviço eletrificadas até 2030. As metas anuais têm sido ultrapassadas e, até 2025, vão ser reduzidos mais de quatro milhões de euros na gestão da frota em comparação com 2018.

O próprio caderno de encargos das aquisições segue uma estratégia de sustentabilidade e de promoção de boas práticas ambientais. As viaturas adquiridas têm como requisito um número máximo de emissões de CO2. São também considerados critérios de TCO e um limite mínimo de autonomia, no caso de viaturas elétricas ou híbridas plug-in.

Os utilizadores participam em ações de promoção deste tipo de viaturas e poderão ter, ainda este semestre, um desconto na compra e instalação de “chargers EDP” nas suas casas. Contudo, existem ainda desafios. Um deles é a falta de oferta de viaturas com autonomia superior a 500 quilómetros.

“Mas também o preço das viaturas e as opções no segmento técnico, como as pick-up e os grandes furgões”, diz Ana Cardoso.

Por outro lado, o facto de a EDP estar a desenvolver soluções de carregamento público e privado fica ligado a este objetivo da gestão da frota.

“A utilização de veículos elétricos de forma diária e por colaboradores com funções distintas permite à empresa ter uma visão fundamental no desenvolvimento de novos produtos e soluções: a visão do cliente”, refere a gestora de frota da empresa.