Num acordo com a Stellantis, o Grupo Ermenegildo Zegna vai eletrificar a sua frota até 2025.

Os 200 veículos que compõem a frota do Grupo Zegna serão substituídos por soluções híbridas plug-in e 100% elétricas durante os próximos quatro anos.

O Grupo Zegna prepara-se também para instalar postos de carregamento em todos os seus escritórios e instalações.

Aos colaboradores do grupo serão oferecidos contratos de aluguer de viaturas com “condições atrativas”, além de cartões de combustível e carregamento para os seus novos veículos híbridos e 100% elétricos. Além disso, os trabalhadores do grupo Zegna terão a oportunidade de testar os modelos elétricos e de receber conselhos de condução ecológica e gestão eficiente de combustível.

Frota Grupo EDP: pacto com o ambiente

Segundo Gildo Zegna, CEO da Ermenegildo Zegna, a parceria com um grupo automóvel como o Stellantis Group, “que partilha os mesmos valores e visão” é motivo de orgulho para o grupo, que manifesta o seu empenho na preservação e proteção do ambiente.

Já John Elkann, Chairman da Stellantis, destaca o importante papel que as empresas desempenham na luta contra o aquecimento global. “Hoje, a governança ambiental, social e corporativa está no centro de todas as decisões de gestão responsável, sendo nosso objetivo comum demonstrar que as empresas têm um papel real a desempenhar na luta contra o aquecimento global”, diz Elkann.

Carlos Tavares, CEO da Stellantis, refere o trabalho desenvolvido pelo grupo para permitir uma redução da pegada de carbono dos clientes B2B, com veículos comerciais ligeiros de zero emissões, incluindo viaturas a hidrogénio. “A Stellantis tem a escala, a tecnologia e a ambição para superar as expectativas dos seus clientes e de as satisfazer plenamente, através de soluções de mobilidade eficazes”, conclui o português.

Esta é uma operação que começará em Itália e poderá ser estendida a outros países europeus onde o grupo Zegna opera, embora ainda não haja nada definido. Quanto aos modelos das viaturas em causa, pertencem à gama Stellantis e serão definidos durante as próximas semanas.