O rumo está traçado: a Peugeot é a próxima marca do grupo Stellantis a tornar-se 100% elétrica na Europa.

O anúncio foi feito pela CEO da marca, Linda Jackson. Citada pelo Automotive News Europe, a responsável diz que embora a transição energética já esteja em curso, continuarão a haver motores a combustão interna na gama Peugeot para clientes internacionais.

Linda Jackson diz que à medida que o grupo muda para as recém-anunciadas plataformas STLA (Pequena, Média e Longa), a mudança para modelos 100% elétricos em 2030 vai mesmo acontecer.

Stellantis lidera mercado automóvel em Portugal. No pódio grupo Volkswagen e grupo Renault

Este anúncio da Peugeot antecipa as medidas impostas pela União Europeia, que procura limitar a venda de carros novos com motores a combustão até 2035.

Recorde-se que a Opel e a DS Automobiles anunciaram que, em nos próximos anos, se tornarão marcas 100% elétricas (a Opel em 2028 e a DS Automobiles já em 2024).

Carlos Tavares, CEO da Stellantis, diz que o grupo espera que até 2030, 70% das vendas da Europa e mais de 40% das vendas nos EUA sejam de veículos de baixas emissões.